Esportes

Internacional

A+ A-

Falcão diz não ter grupo para vencer o Brasileiro

Falcão diz não ter grupo para vencer o Brasileiro

Gazeta Esportiva

31/05/2011 - 00h00
Continue lendo...

A derrota para o Ceará, no sábado, fez os primeiros gritos de "burro" ecoarem no Beira-Rio. O Falcão que calçava chuteiras, que era craque com a bola nos pés, dificilmente ouviria tal tipo de hostilidade dos colorados. Mas o Falcão treinador escutou a insatisfação com o seu começo de trabalho. Em 10 jogos, o time perdeu três vezes, sempre em casa, sempre jogando mal.

Sem fazer o time evoluir em quase dois meses de trabalho, empilhando justificativas, o treinador deixou um pouco as respostas evasivas de lado e passou a se defender. Desde seu anuncio para o cargo, o ex-volante não escondia a necessidade de reforços.

Na sexta-feira, em sua entrevista coletiva, a questão foi sublinhada. Após ser batido na segunda rodada do Campeonato Brasileiro, Falcão foi mais incisivo ainda ao falar do grupo de jogadores que tem nas mãos, tirando, no momento, as chances do time ser campeão nacional.

"Temos que ter noção exata do time que a gente tem. Já passei para a direção o que eu penso do grupo. Precisamos ter mais jogadores, qualificar ainda mais determinadas funções. Entendemos que precisamos fazer isso. Não temos, hoje, um grupo em condições de ser campeão brasileiro", cravou Falcão em entrevista à Rádio Gaúcha.

O treinador citou Cruzeiro, Fluminense, Flamengo, Santos, São Paulo e Corinthians como clubes com um elenco mais preparado para erguer a taça do que o colorado. Nas próximas semanas, o plantel sofrerá mudanças significativas. Uma lista de dispensa foi montada e novas contratações deverão ser anunciadas. Novamente como reserva, o goleiro Lauro foi liberado para acertar com outro clube caso receba uma proposta satisfatória.
 

Vôlei de praia

Atletas de MS apostam no fator casa para ter bom resultado

Saymon é um dos favoritos da etapa de Campo Grande do Circuito Nacional

21/02/2024 10h30

Saymon treina em academia da Capital para atual etapa do circuito GERSON OLIVEIRA

Continue Lendo...

Jogar diante de familiares e amigos não deve ser fácil, mas Saymon e seu parceiro Cadu trabalham o lado emocional para conseguir alcançar seus objetivos na etapa de Campo Grande do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia. 

Jogando em casa e perto da família em Mato Grosso do Sul, Saymon espera se dar bem na Capital. A etapa de Campo Grande começa hoje e vai até domingo, com os melhores competidores do País em terras sul-mato-grossenses.

Com expectativa em alta para a estreia na competição, os campo-grandenses Saymon e Cadu vêm trabalhando bastante o lado emocional para que a ansiedade não jogue contra a dupla.

“Representar o nosso estado jogando em Mato Grosso do Sul, e mostrando isso para o País, já dá aquele frio na barriga. Entrar em quadra e jogar diante da minha família e da minha filha de 8 meses será como uma final de campeonato para nós”, relatou Saymon Barbosa, o experiente atleta que já foi campeão mundial militar em 2017.

O bloqueador de 2,02 metros de altura é experiente, já conquistou diversos títulos brasileiros e quer ir bem no Circuito Nacional, em busca de pontuação para a Copa do Mundo, mas sabe que jogar no quintal de casa será um dos maiores desafios de sua carreira. 

“Estou agora com um novo parceiro, que é o Cadu. Estamos diariamente conversando, na tentativa de controlar as emoções. Ele, por ser mais novo, vai sentir bastante, mas estamos fazendo um trabalho mental para que a gente consiga conquistar o nosso objetivo, que é chegar em uma semifinal”, detalhou. 
Outro sul-mato-grossense que também está ansioso para competir em Campo Grande diante de amigos e familiares é o ponteiro Arthur, que faz dupla com Adrielson.

Ao Correio do Estado, Arthur relatou que essa etapa nacional é especial para sua carreira. “Representar Mato Grosso do Sul em casa é algo especial. Na temporada passada, fui campeão do circuito, mas jogar na minha cidade será algo diferente e, nesse caso, preciso controlar a ansiedade para que consiga buscar os objetivos no campeonato”, disse. 

Apesar de ser início de temporada, Arthur e seu parceiro Adrielson têm treinado bastante em busca de um bom desempenho jogando em terras sul-mato-grossenses. 

“Ter a torcida jogando a favor é um combustível a mais e ajuda bastante até na concentração. A minha família estará me acompanhando, e, por isso, controlar as emoções é um fator principal para que a gente consiga chegar até as fases finais da competição”.

Etapa

A 1ª etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia começa hoje, em um espaço montado no Parque das Nações Indígenas que pode ser acessado pela entrada Terena. A entrada para acompanhar os jogos será gratuita e poderá ser garantida no site.

De acordo com a programação, a qualificação do aberto começa às 8h e vai até as 18h. Amanhã ocorrerão a fase de grupos e as oitavas de final.

Diferentemente dos últimos anos, a principal competição nacional, que antes era realizada com as 12 melhores duplas do País, agora recebe as 16 melhores duplas.

Para o evento ser realizado, o governo do Estado firmou um convênio de R$ 488 mil para a etapa de Campo Grande. O repasse foi superior em R$ 49 mil ao cedido para a disputa do Circuito Brasileiro do ano passado, quando o convênio foi no valor de R$ 449 mil.

Calendário do Circuito Nacional de Vôlei de Praia 

1ª etapa – Campo Grande, de 21 a 25 de fevereiro;
2ª etapa – Recife (PE), de 13 a 17 de março;
3ª etapa – Saquarema (RJ), de 3 a 7 de abril;
4ª etapa – Natal (RN), de 24 a 28 de abril;
5ª etapa – a definir, de 19 a 23 de julho;
6ª etapa – a definir, de 11 a 15 de setembro;
7ª etapa – João Pessoa (PB), de 9 a 13 de outubro;
8ª etapa – a definir, de 30 de outubro a 3 de novembro;
9ª etapa – a definir, de 20 a 24 de novembro.

Esportes

Mundial de Beach Soccer: Brasil fecha 1ª fase com aproveitamento 100%

Seleção brasileira enfrenta o Japão pelas quartas da competição

20/02/2024 23h00

Aitor Alcalde/FIFA

Continue Lendo...

Graças a um gol de Edson Hulk no final da prorrogação, o Brasil derrotou o México por 4 a 3, na tarde desta terça-feira (20) em Dubai (Emirados Árabes), e fechou a fase de grupos da Copa do Mundo de Beach Soccer com 100% de aproveitamento. Assim a seleção brasileira garantiu a liderança do Grupo D.

Os gols da seleção brasileira foram marcados por Mauricinho, Alisson e Edson Hulk (dois, o segundo deles no último lance da partida). Já a equipe mexicana descontou com Castillo, Wbias e Maldonado.

“Uma vitória suada. Primeiro parabenizar a equipe do México, que foi aguerrida do começo ao fim. Graças a Deus conseguimos a classificação, que era o objetivo principal, e agora é focar na próxima fase. Vamos para o mata-mata, no qual quem perder vai para casa. Acredito que esse grupo vem evoluindo dia após dia, jogo após jogo. Temos muito a melhorar para que nas quartas de final a façamos nosso melhor jogo”, declarou o ala Filipe Silva.

Na próxima etapa da competição a seleção brasileira medirá forças com o Japão, segundo colocado do Grupo C. A partida será realizada a partir das 8h30h (horário de Brasília) da próxima quinta-feira (22).

Assine o Correio do Estado.

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).