Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CRISE

Federação anuncia plano milionário para ajudar natação

O foco está nos atletas que brigam pelas vagas olímpicas, mas outros também serão beneficiados
21/07/2020 23:00 - Agência Brasil


A Federação Internacional de Natação (Fina) anunciou nesta terça-feira (21) um plano global de assistência aos atletas de esportes aquáticos. O foco principal está nos atletas que brigam pelas vagas olímpicas, mas outros esportistas também serão beneficiados.

Na ação, serão alocados mais de US$ 6,4 milhões, divididos em três programas. Aproximadamente US$ 4 milhões irão para 160 federações nacionais usarem em programas de treinamento, competições e despesas diárias. Outros US$ 460 mil serão destinados a ações de pesquisa capitaneadas por cinco organizações continentais. Por fim, um grupo de atletas pré-selecionados receberá US$ 2 milhões para participar de um programa da própria Fina.

O presidente da Federação Internacional de Natação, Julio Maglione, disse que “o objetivo principal da organização é oferecer assistência direta aos atletas que estão nessa reta final de preparação para Tóquio e os que estão ainda buscando um desenvolvimento maior em termos esportivos”.

Além deles, o programa da Escola da Fina incluirá outros 100 atletas de federações nacionais que não têm atletas brigando por vagas olímpicas (80 nadadores e 20 mergulhadores) e oferecerá programas intensivos de treinamento em países como Senegal, Tailândia, Rússia e Estados Unidos.

 
 

Felpuda


Apressadas que só, figurinhas tentaram se “apoderar” do protagonismo de decisão administrativa. Não ficaram sequer vermelhas quando se assanharam todas para dizer que tinham sido responsáveis pela assinatura de documento que, aliás, era uma medida estabelecida desde 2019. Quem viu o agito da dupla não pode deixar de se lembrar daquele pássaro da espécie Molothrus bonarienses, mais conhecido como chupim, mesmo. Afe!