Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTE

"O futebol, como a vida em geral, não voltará a ser igual", diz Messi

Argentino diz que surpresa por pandemia e confinamento são nada se comparados às mortes pelo covid-19
31/05/2020 12:02 - Da Redação


Lionel Messi se posicionou em nova entrevista sobre os impactos da pandemia causada pelo novo coronavírus no mundo. Na edição deste domingo do jornal espanhol El País, o craque argentino do (Barcelona) se mostrou resignado com os efeitos da pandemia e sentenciou sobre as dúvidas sobre como será o mundo depois da crise na saúde. 

"O futebol, como a vida em geral, não voltará a ser igual. Mais do que o confinamento e da situação que nos pegou de surpresa, muita gente, mesmo ficou realmente mal porque isso tudo os afetou de alguma maneira, como aconteceu com todos aqueles que perderam os seus familiares e amigos e nem puderam se despedir. Creio que aconteceram muitas coisas negativas nesta crise, mas não pode haver pior que perder as pessoas que mais ama. Isso me cria uma frustração enorme e me parece o mais injusto de tudo", disse. 

Messi está bem perto de voltar a jogar. A partir desta segunda-feira, os clubes espanhóis estão liberados para fazerem treinos coletivos. E a volta do campeonato está programada para 11 de junho, ainda sem tabela de jogos definida.

 

*Com informações do portal Globoesporte.com

 

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.