Esportes

AMOR DECLARADO

Goleiro Felipe diz que 'sempre' foi Flamengo

Goleiro Felipe diz que 'sempre' foi Flamengo

ESTADÃO

30/12/2010 - 00h00
Continue lendo...

Apresentado oficialmente nesta quarta-feira como jogador do Flamengo, o goleiro Felipe tratou de deixar bem claro o seu amor pelo novo clube. "Sou carioca. Fui para Salvador pequeno, quando criança, mas sempre fui flamenguista", explicou o reforço, que passou pelos exames médicos e assinou contrato de um ano.

Atualmente com 26 anos, Felipe teve uma passagem marcante pelo Corinthians, onde ficou três anos. Saiu de lá após desavenças com a diretoria, seguindo neste segundo semestre para o Braga, de Portugal. Mas, com a proposta do Flamengo, resolveu voltar ao futebol brasileiro, em negócio que foi fechado há duas semanas.

"Lógico que tenho um carinho muito grande pelo Corinthians, mas a partir de hoje sou flamenguista de fato", comemorou Felipe, que tentou minimizar a fama de polêmico. "Problema todo mundo tem. Nunca fui santo nem vou ser, mas também não sou tudo isso que falam. Se você for bem no campo, as pessoas que não gostam têm de aturar."

Durante a entrevista coletiva, Felipe também falou sobre o polêmico lance pelo Brasileirão de 2009, quando ainda jogava no Corinthians e aparentemente não se esforçou para defender um pênalti na derrota por 2 a 0 para o Flamengo. "Escolhi ficar no meio para pegar o pênalti. Não ajudei o Flamengo. Queria ajudar o Corinthians. Se eu pegasse o pênalti, o jogo terminaria 1 a 0", explicou o goleiro.

Além de Felipe, outro reforço contratado pelo Flamengo passou por exames médicos nesta quarta-feira. Foi o meia Vander, revelação do Bahia de apenas 20 anos, cuja apresentação oficial ficou para a semana que vem. Antes deles, o clube carioca já tinha acertado com o meia argentino Dario Botinelli, que veio da Universidad Católica (Chile).

VÔLEI

Seleção feminina de vôlei arrasa Turquia e conquista feito inédito na Liga das Nações

Nunca antes um país conseguiu passar pela primeira fase sem perder ao menos um jogo

16/06/2024 12h00

Bloqueio do Brasil contra a Turquia na VNL feminina

Bloqueio do Brasil contra a Turquia na VNL feminina Foto: Esporte News Mundo

Continue Lendo...

A seleção brasileiro feminina de vôlei continua fazendo história na Liga dos Nações e deve ir aos Jogos Olímpicos de Paris-2024 com a moral elevada. A equipe de José Roberto Guimarães derrotou a Turquia, atual campeã do torneio, por esmagadores 3 sets a 0, parciais de 25/14, 25/14 e 25/19, em 1h11min de partida. Com isso, conquistou um feito inédito ao terminar a primeira fase invicta.

Nunca antes um país conseguiu passar pela primeira fase sem perder ao menos um jogo. O feito só confirma o bom momento da seleção brasileira, que assumiu a liderança do ranking da Federação Internacional de Vôlei (FIVB) entre as mulheres no último sábado, graças à vitória da China sobre a própria Turquia

Com 12 vitórias em 12 jogos, o Brasil terminou a primeira fase da Liga das Nações na liderança e enfrentará, nas quartas de final, a Tailândia, que terminou na 13ª colocação, com apenas três triunfos. As tailandesas só se classificaram por serem o país sede da fase final. O jogo será em Bangkok.

O técnico Zé Roberto tratou o jogo com seriedade e colocou em quadra a sua equipe titular, formada por Roberta, Rosamaria, Gabi, Ana Cristina, Thaisa, Carolana e Nyeme. Com a escalação principal, o Brasil foi dominante e chegou a conquistar 13 pontos consecutivos, fechando o primeiro set por 25/14.

Diferente da equipe brasileira, o técnico Daniele Santarelli rodou bastante a sua equipe, que não conseguiu igualar o nível do Brasil e foi novamente amassada no segundo set. Com apenas 20 minutos, a seleção de Zé Roberto fechou novamente com um 25/14.

O terceiro set começou mais equilibrado, com a Turquia dando mostras que poderia reagir. Mas o bom momento durou pouco. Sob o comando de Rosamaria, que somou 14 pontos no duelo, o Brasil virou com extrema facilidade e chegou a abrir 20/12. Com a larga vantagem, a equipe de Zé Roberto só administrou a reta final da partida para confirmar a vitória arrasadora com um 25/19.

FUTSAL

Douradina é eliminado da Copa do Brasil Feminina após derrota em Mato Grosso

Com apenas uma equipe representante do Estado na competição, o futsal de MS perde a frequência de três anos na semifinal

16/06/2024 08h30

Partida disputada no Guanandizão, no jogo de ida, terminou 3 a 2 para a equipe mato-grossense

Partida disputada no Guanandizão, no jogo de ida, terminou 3 a 2 para a equipe mato-grossense Foto: Divulgação / DEC

Continue Lendo...

Nova derrota do Douradina em confronto contra o House Via Motos, em Mato Grosso, eliminou de forma precoce o representante do Mato Grosso do Sul na Copa do Brasil de Futsal Feminino de 2024.

Vindo de uma derrota por 3 a 2 no Ginásio Guanandizão, o time do Douradina precisava da vitória no estado vizinho, para conseguir levar o jogo para prorrogação, porém o clube mato-grossense fez valer o fator casa e goleou o Douradina por 4 a 0.

Os gols da partida foram marcados pela Erikinha (2x), Noleto e Ratinha. O jogo foi disputado na noite deste sábado (16), no Ginásio Douglas Poyane, em Tangará da Serra (MT).

Com este resultado, a eliminação do Douradina Esporte Clube (DEC) nas quartas de final, tira uma sequência de três anos consecutivos em que o futsal feminino do Estado conseguia se classificar até as semifinais da Copa do Brasil. 

A quebra desta sequência também acontece na edição no qual apenas uma equipe sul-mato-grossense disputou a Copa do Brasil feminina, já que nos anos anteriores, o então DEC/Operário e a Serc/UCDB disputavam a competição representando o Estado.

RETROSPECTO

Com oito edições existentes da Copa do Brasil de Futsal Feminino, foi no ano de 2021, a primeira vez que o futsal do Estado chegou nas semifinais. O então Pezão/Operário disputou a semifinal contra o Stein Cascavel do Paraná.

No ano de 2022, o DEC/Operário derrotou a Serc/UCDB nas quartas de final, e disputou as semis contra o Stein Cascavel novamente, desta vez conseguiu uma histórica vitória de 3 a 1 em Mato Grosso do Sul, mas no jogo da volta perdeu de 9 a 0 no tempo normal, e de 3 a 0 na prorrogação.

Após as duas tentativas do DEC/Operário, foi a vez da Serc/UCDB chegar as semifinais da Copa do Brasil, fazendo a sua revanche nas quartas de final contra o Galo. O time salesiano enfrentou o Taboão Magnus, e perdeu os dois confrontos.

 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).