Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

SUPERCOPA DE VOLEI

Com procedimento de biossegurança, MS recebe primeiro evento esportivo com público do país nesta sexta-feira

Organização fará testes em profissionais locais e de fora que participarão do evento
28/10/2020 11:58 - Carol Alencar Cozzatti


O primeiro evento esportivo aberto no país, pós flexibilização da pandemia do coronavírus, será realizado na Capital de Mato Grosso do Sul. A Supercopa de Vôlei acontece nos dias 30 de outubro e 6 de novembro no Ginásio Poliesportivo Avelino dos reis, o Guanandizão. Evento teste realizado na manhã desta quarta-feira (28), garantiu a orientação de biossegurança para a realização do evento.

Segundo o diretor-presidente da Funesp, Rodrigo Terra, o público será dividido entre duas cadeiras e uma fileira de distanciamento. “A gente tá seguindo todos os protocolos justamente para possibilitar toda segurança possível aos convidados que virão assistir presencialmente; além da distância nas cadeiras, haverá uma equipe de limpeza que fará manutenção na hora do evento, limpando corrimões e assentos, além de álcool em gel espalhados por todo o ginásio”, explicou.

Com capacidade para atender a 6152 pessoas nas arquibancadas, a Fundação Municipal de Esportes, seguindo os protocolos de biossegurança listados pela Vigilância Sanitária, destinou apenas 10% deste número para o evento de sexta-feira. Serão 600 pessoas liberadas para compor as cadeiras e arquibancadas no dia do evento. 

Ele disse ainda que haverá teste do coronavírus a todas as pessoas que participarão do evento. “São 50 profissionais que estarão trabalhando e mais 60 pessoas entre atletas, dirigentes e equipes que virão de fora; todos farão o teste para poder participar do evento”, garantiu.

Terra afirmou que ainda não será um evento aberto para o público em geral e que, por se tratar de um evento especial a nível nacional, a organização resolveu trazer convidados especiais. “A gente resolveu convidar pessoas que tiveram, de alguma forma, influência na história do Guanandizão, atletas, ex-atletas que passaram pelos inúmeros campeonatos que teve por aqui… já que não vamos poder ter um público completo, pelo menos teremos um público representativo”, disse o diretor-presidente.

Vigilância Sanitária

Sete portões levam o público ao Ginásio. Estes terão equipes de prontidão aferindo temperatura e conferindo o uso correto de máscaras em todos que entrarem no estabelecimento. “Viemos verificar se todas as medidas estão dentro das medidas de segurança e aqui está redondinho, seguindo decreto municipal e regulamentação da Sesau (Secretaria Municipal de Campo Grande) para o evento acontecer”, avaliou o coordenador da Vigilancia Sanitária de Campo Grande, Orivaldo Moreira.

Vale lembrar também que, segundo decreto, todo evento deverá conter uma ambulância com médicos e enfermeiros disponíveis para qualquer eventualidade.



 

 
 

Supercopa

Idealizado pela Confederação Brasileita de Voleibol (CBV), a Supercopa de Vôlei abre a temporada 2020/2021. Os confrontos entre EMS Taubaté Funvic (SP) e Sada Cruzeiro Vôlei (MG), pelo masculino e Dentil/Praia Clube (MG) e Sesc Flamengo (RJ) acontecerá nas duas sextas-feiras próximas.

O torneio é realizado anualmente e reúne quatro das principais equipes do Brasil, colocando frente a frente os atuais vencedores da Copa Brasil e da Superliga Banco do Brasil. A disputa pelo título, em ambos os gêneros, ocorre em jogo único.

No masculino, EMS Taubaté Funvic (SP) e Sada Cruzeiro Vôlei (MG) duelam às 20h30 (horário de MS) do dia 30 de outubro. Já a disputa feminina entre Dentil/Praia Clube (MG) e Sesc Flamengo (RJ), acontece no mesmo horário, uma semana depois, no dia seis de novembro.

Os dois confrontos terão cobertura televisiva do SporTV 2, canal por assinatura pertencente ao Grupo Globo.

Coordenador técnico de eventos da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul – Fundesporte, Rodrigo Miranda afirma estar otimista com o evento que se aproxima. “É sempre importante incentivar o esporte em todas suas modalidades, não apenas para oferecer lazer a quem acompanha, mas também para incentivar e inspirar futuros atletas”, finalizou.

 
 

Felpuda


Racha em entidade religiosa teve péssimas consequências eleitorais na disputa por vagas na Câmara Municipal de Campo Grande.

O quiproquó, também, digamos, com nuance familiar, provocou estragos da-que-les.

Aí, como consequências, fez com que quem está não conseguisse votos suficientes para permanecer em 2021-2024 e quem estava fora tentando retornar ficasse à beira do caminho. 

Como se vê...