Clique aqui e veja as últimas notícias!

SUPERCOPA DE VOLEI

Com procedimento de biossegurança, MS recebe primeiro evento esportivo com público do país nesta sexta-feira

Organização fará testes em profissionais locais e de fora que participarão do evento
28/10/2020 11:58 - Carol Alencar Cozzatti


O primeiro evento esportivo aberto no país, pós flexibilização da pandemia do coronavírus, será realizado na Capital de Mato Grosso do Sul. A Supercopa de Vôlei acontece nos dias 30 de outubro e 6 de novembro no Ginásio Poliesportivo Avelino dos reis, o Guanandizão. Evento teste realizado na manhã desta quarta-feira (28), garantiu a orientação de biossegurança para a realização do evento.

Segundo o diretor-presidente da Funesp, Rodrigo Terra, o público será dividido entre duas cadeiras e uma fileira de distanciamento. “A gente tá seguindo todos os protocolos justamente para possibilitar toda segurança possível aos convidados que virão assistir presencialmente; além da distância nas cadeiras, haverá uma equipe de limpeza que fará manutenção na hora do evento, limpando corrimões e assentos, além de álcool em gel espalhados por todo o ginásio”, explicou.

Com capacidade para atender a 6152 pessoas nas arquibancadas, a Fundação Municipal de Esportes, seguindo os protocolos de biossegurança listados pela Vigilância Sanitária, destinou apenas 10% deste número para o evento de sexta-feira. Serão 600 pessoas liberadas para compor as cadeiras e arquibancadas no dia do evento. 

Ele disse ainda que haverá teste do coronavírus a todas as pessoas que participarão do evento. “São 50 profissionais que estarão trabalhando e mais 60 pessoas entre atletas, dirigentes e equipes que virão de fora; todos farão o teste para poder participar do evento”, garantiu.

Terra afirmou que ainda não será um evento aberto para o público em geral e que, por se tratar de um evento especial a nível nacional, a organização resolveu trazer convidados especiais. “A gente resolveu convidar pessoas que tiveram, de alguma forma, influência na história do Guanandizão, atletas, ex-atletas que passaram pelos inúmeros campeonatos que teve por aqui… já que não vamos poder ter um público completo, pelo menos teremos um público representativo”, disse o diretor-presidente.

Vigilância Sanitária

Sete portões levam o público ao Ginásio. Estes terão equipes de prontidão aferindo temperatura e conferindo o uso correto de máscaras em todos que entrarem no estabelecimento. “Viemos verificar se todas as medidas estão dentro das medidas de segurança e aqui está redondinho, seguindo decreto municipal e regulamentação da Sesau (Secretaria Municipal de Campo Grande) para o evento acontecer”, avaliou o coordenador da Vigilancia Sanitária de Campo Grande, Orivaldo Moreira.

Vale lembrar também que, segundo decreto, todo evento deverá conter uma ambulância com médicos e enfermeiros disponíveis para qualquer eventualidade.