Clique aqui e veja as últimas notícias!

ESPORTES

Hamilton critica Qatar por violações de direitos humanos antes de F-1 no país

O Qatar caminha para receber a Copa do Mundo de 2022
19/11/2021 12:42 - FOLHAPRESS


Em Doha, às vésperas da realização do GP do Qatar, às 11h deste domingo (21), o inglês Lewis Hamilton pediu que sejam investigadas as denúncias de violação de direitos humanos no país e na Arábia Saudita. Esta última nação sediará a corrida em 5 de dezembro.

O Qatar caminha para receber a Copa do Mundo de 2022. Desde que as obras para o evento começaram, o país tem sido denunciado por maus-tratos e trabalho escravo, o que teria provocado até mortes de alguns trabalhadores.

"Nós estamos cientes de que existem problemas nesses lugares [Qatar e Arábia Saudita] para onde vamos. Mas é claro que [o Qatar] parece ser considerado um dos piores nesta parte do mundo", afirmou Hamilton, em entrevista.

"Quando esportistas vão para esses locais, eles têm o dever de colocar em foco esses problemas. Esses lugares precisam de escrutínio. Direitos iguais são uma questão séria."

Conforme a Folha de S.Paulo publicou nesta sexta (19), a quase um ano do início da Copa, o governo local e a Fifa têm tentado mostrar uma mudança na imagem de exploração dos trabalhadores.

A Arábia Saudita, sob monarquia do rei Salman bin Abdulaziz Al Saud, convive com denúncias de perseguição aos opositores do regime. Entre elas, a morte do jornalista Jamal Khashoggi, crítico do governo, assassinado e esquartejado dentro da embaixada do país em Istambul em 2018.

Últimas notícias