Esportes

resultados

Investigação revela manipulação na elite do tênis

Investigação revela manipulação na elite do tênis

Continue lendo...

Torneios e partidas de elite no tênis, incluindo competições de Grand Slam, como Wimbledon e o Aberto da Austrália, podem ter sido manipulados para garantir a apostadores milhões de dólares em lucros. Uma investigação publicada nesta segunda-feira pela emissora britânica BBC e pelo site BuzzFeed News aponta que 16 tenistas entre os 50 melhores do mundo foram flagrados mais de uma vez por investigadores diante das suspeitas de que tenham entregado partidas em troca de dinheiro nos últimos dez anos.

Em 2015, mais de 50 jogos foram colocados em uma lista de suspeitas de manipulação. Segundo a investigação, pagamentos de mais de 50.000 dólares (cerca de 200.000 reais) foram oferecidos aos jogadores em seus quartos de hotéis. No centro da investigação estariam grupos de apostadores na Rússia e na Itália. Pelo menos três partidas ocorreram em Wimbledon.

A imprensa inglesa não revelou os nomes dos envolvidos, mas aponta que, entre os 16 suspeitos, estão inclusive vencedores do Grand Slam. Apesar disso, eles foram autorizados a continuar competindo. Os documentos, segundo a BBC, teriam sido obtidos a partir de investigações internas da ATP - fato negado pela entidade.

"Rejeitamos qualquer sugestão de que evidências de manipulação de resultados tenham sido abafadas por qualquer razão", disse o presidente da ATP, Chris Kermode, que apontou que 14 milhões de dólares (cerca de 56 milhões de reais) foram investidos pela entidade para combater a corrupção. "Nossa posição é de tolerância zero com qualquer forma de corrupção. Não somos indulgentes, estamos vigilantes", completou.

Em 2008, uma investigação interna sugeriu que 28 jogadores envolvidos nessas apostas deveriam ter sido alvo de um inquérito, mas nada foi feito. Dois jogadores chegaram a ser investigados - Nikolay Davydenko e Martin Vassallo Arguello - mas foram inocentados. Agora, os documentos apontam para mais de 80 mensagens trocadas entre o argentino Arguello e grupos de apostadores na Sicília, recolocando os dois jogadores no centro da controvérsia.

As revelações foram divulgadas poucas horas antes do início do Aberto da Austrália, primeiro torneio de Grand Slam da temporada. De acordo com a imprensa britânica, oito tenistas incriminados, mas que não receberam punição da ATP, estão no torneio disputado em Melbourne.

Segundo um dos investigadores, Mark Phillips, um grupo de quase 10 jogadores "estava na origem do problema". "As evidências eram fortes, existia uma boa oportunidade para acabar com a corrupção na raiz, de criar uma forte dissuasão e eliminar os elementos corruptores", disse.

Automobilismo

Autódromo de Campo Grande recebe a 4ª etapa da Fórmula Truck

O evento está programado para acontecer entre os dias 28 e 30 de junho no Autódromo Internacional Orlando Moura; Os ingressos já estão à venda no site oficial

19/06/2024 13h30

Campo Grande sedia a 4º etapa da Fórmula Truck nos dias 28 a 30 de junho.

Campo Grande sedia a 4º etapa da Fórmula Truck nos dias 28 a 30 de junho. Fotos: Duda Bairros/ Copa Truck

Continue Lendo...

Com o Autódromo Internacional Orlando Moura liberado para eventos esportivos após incidentes em um evento de motociclismo no início do mês, acontece entre os dias 28 e 30 de junho a 4ª etapa da Fórmula Truck, em Campo Grande. Os ingressos já estão à venda no site oficial a partir de R$ 25.

A etapa de um dos eventos mais importantes do calendário brasileiro de automobilismo foi confirmada após o Corpo de Bombeiros realizar diversas vistorias e autorizar que a Fórmula Truck estacionasse na capital sul-mato-grossense.

Diferentemente dos últimos anos, o evento nesta temporada proporcionará novidades aos fãs do automobilismo, com a separação das categorias de caminhões. Para os amantes da categoria, essa mudança no regulamento deve proporcionar muitas emoções para o público e melhores oportunidades de competição para pilotos e equipes.

Ainda de acordo com o regulamento, outra mudança será na entrada do Pace Truck na pista. Antigamente, o relógio de tempo das corridas seguia mesmo em bandeira amarela. A partir de agora, o cronômetro será paralisado, garantindo justiça entre intervenções externas durante a corrida.

Conforme o regulamento da competição, serão realizadas as seguintes provas: 

  • F-Truck: Categoria dos caminhões com motores de bomba injetora.
  • GT Truck: Categoria dos caminhões com motores eletrônicos.
  • Prova SpeedMax: Uma corrida extra sem pontuação, onde os seis primeiros colocados das provas da F-Truck e GT Truck não poderão participar. O grid de largada será invertido, prometendo um show de ultrapassagens e competição intensa.

Os ingressos já estão à venda na bilheteria digital, localizada no site oficial da Fórmula Truck, com valores de de R$25 a R$350, o primeiro lote. Confira:

  • R$ 25 Alambrado (meia-entrada válida para todos os dias)
  • R$ 40 Estacionamento Paddock (válido para todos os dias)
  • R$ 50 Alambrado (inteira válida para todos os dias)
  • R$ 120 Paddock (inteira válida para todos dos dias)
  • R$ 350 Área VIP (inteira válida para todos os dias com buffet no domingo)

As próximas etapas da Fórmula Truck neste ano de 2024 serão na seguinte ordem:

  • 4 de agosto em Londrina (PR);
  • 31 de agosto em Velopark (RS);
  • 13 de outubro em Santa Cruz do Sul (RS);
  • 10 de novembro em Tarumã (RS);
  • 1º de dezembro em Cascavel (PR);

 Assine o Correio do Estado    

Depoimento

Convite a Lucas Paquetá é aprovado pela CPI das Apostas

Meia é investigado na Inglaterra por manipulação de jogos; por se tratar de convite, meia não é obrigado a comparecer

18/06/2024 23h00

Lucas Paquetá está sendo investiogado pela Premier League sobre favorecimento nas apostas esportivas

Lucas Paquetá está sendo investiogado pela Premier League sobre favorecimento nas apostas esportivas Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Continue Lendo...

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas aprovou nesta terça-feira (18) o convite ao meia Lucas Paquetá, do West Ham, para prestar depoimento sobre as acusações feitas pela Federação Inglesa contra o brasileiro.

Dois senadores fizeram requerimento para que Paquetá seja convidado: Jorge Kajuru e Eduardo Girão.

Por se tratar de convite, Paquetá tem o direito de negar. Mas as regras da CPI permitem que depois venha uma convocação, e persistindo a negativa, até condução coercitiva para depoimento.

Não há data prevista ainda para a formalização do convite ao jogador.
Paquetá neste momento está com a seleção brasileira, que se prepara para a Copa América nos Estados Unidos.

A JUSTIFICATIVA

No requerimento assinado por Kajuru, que preside a CPI, ele pontua que "se há evidências de uma relação direta entre apostadores brasileiros e o jogador, suspeita-se de que eventuais intermediários possam estar atuando também em partidas de futebol do Brasil, o que torna ainda mais importante o testemunho de Paquetá".

Paquetá é acusado pela Federação Inglesa de tomar cartões amarelos propositalmente em quatro partidas da Premier League para manipular o mercado de apostas. O jogador nega, mas foi formalmente acusado, após um período de investigação.


*Informações da Folhapress

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).