Esportes

Pacaembu

Libertadores: Santos desafia Cerro Porteño

Libertadores: Santos desafia Cerro Porteño

gazetaweb

25/05/2011 - 15h13
Continue lendo...

O Santos enfrenta o Cerro Porteño nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no estádio do Pacaembu, pela semifinal da Copa Libertadores da América, em busca da vitória para sair em vantagem contra os paraguaios. Para isso, o time de Neymar terá que superar a invencibilidade do adversário jogando fora de Assunção. Em cinco jogos que realizou como visitante na competição continental, o Cerro venceu dois e empatou três.

Um dos empates aconteceu diante do Santos na Vila Belmiro, onde os paraguaios perdiam por 1 a 0 até o último minuto de jogo, mas empataram em cobrança de pênalti, cometido pelo zagueiro Edu Dracena nos acréscimos da partida.

As duas vitórias também aconteceram na fase de grupos: 2 a 0 contra o Deportivo Táchira, na Venezuela, e 3 a 2 contra o Colo Colo, no Chile, partida que garantiu a equipe nas oitavas de final da Libertadores. Os outros dois empates foram contra Estudiantes, na Argentina, e Jaguares, no México, pelas oitavas e quartas-de-final, respectivamente.

Atento com o retrospecto do Cerro Porteño jogando fora de casa, Muricy pediu para os jogadores esquecerem a vitória conquistada por 2 a 1 no Paraguai, em jogo válido pela fase de grupos da competição.

“Tem que esquecer, é diferente, não adianta contar história ao jogador, é outra história, o time deles mudou muito depois desse jogo, jogou melhor, classificou bem, além de ser muito difícil porque vai jogar fora de casa”, afirmou Muricy.

Para enfrentar o Cerro, Muricy Ramalho não contará com o lateral-direito Jonathan, que está lesionado. Desta forma, o treinador por iniciar o jogo com a mesma equipe que terminou a partida contra o Once Caldas na semana passada.

Com isso, Pará será mantido na lateral-direita, enquanto Danilo forma o trio de volantes com Adriano e Arouca. Elano será o responsável por fazer a ligação com os atacantes Neymar e Zé Eduardo, já que Ganso continua se recuperando de lesão e Alan Patrick ficará como opção no banco de reservas.

Já o técnico Leonardo Astrada, do Cerro Porteño, utilizará em um esquema tático mais cauteloso e deve apostar nas bolas aéreas para surpreender o Santos. No último trabalho tático antes do jogo, o treinador sacou o atacante Lucero para a entrada do volante Burgos.

Santos: Rafael, Danilo, Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano, Arouca, Alan Patrick e Elano; Neymar e Zé Eduardo. Técnico: Muricy Ramalho.

Cerro Porteño: Diego Barreto, Ivan Piris, Pedro Benites, Uglessich e César Benitez; Luis Caceres, Burgos, Villarreal e Torres; Fabbro e Nanni. Técnico: Leonardo Astrada.

Árbitro: Jorge Larrionda (URU).

Assistentes: Pablo Fandiño (URU) e Willian Casavieja (URU).

FORMULA 1

Verstappen vibra ao igualar recorde de Senna em Ímola e Pérez lamenta 11º lugar

O holandês alcançou o feito de Ayrton Senna de conquistar oito poles consecutivas

18/05/2024 17h00

Piloto Max Verstappen comemorando a sua oitava pole position seguida na Fórmula 1.

Piloto Max Verstappen comemorando a sua oitava pole position seguida na Fórmula 1. Foto: Bryn Lennon Formula 1/Formula 1 via Getty Images

Continue Lendo...

Max Verstappen não conteve a emoção ao cravar a pole position no GP da Emilia-Romagna de Fórmula 1 neste sábado.

O holandês esteve mais vibrante do que o normal, e não à toa. Ele alcançou o feito de Ayrton Senna de oito poles consecutivas e nunca escondeu que o brasileiro é um de seus ídolos de infância, o que fez o dia ser ainda mais especial.

"É uma estatística muito especial, ainda mais considerando que recentemente completou 30 anos da morte de Ayrton Senna. Então estou feliz de ter a pole aqui, de qualquer forma, é uma boa memória de um cara excepcional principalmente em classificação. Então é um dia ótimo para mim e para a equipe, estou muito feliz", afirmou.

O holandês admitiu que enfrentou problemas nos treinos livres, mas viu as melhorias da Red Bull funcionarem no classificatório. "Um fim de semana muito difícil até agora, então estou muito feliz de estar na pole, não esperava isso. Fizemos algumas mudanças pouco antes da classificação e parece que isso melhorou muito o carro e eu consegui ir um pouco melhor. Essa pista é muito legal, sempre estamos no limite, peguei um pouco de brita no final. Ainda estou um pouco em êxtase, a adrenalina nessa pista é muito alta", completou.

Max Verstappen terá ao seu lado na primeira fila Oscar Piastri, que cravou o segundo melhor tempo do dia com o carro da McLaren. Lando Norris é o terceiro. Já Sérgio Pérez, companheiro de equipe do tricampeão mundial, sairá apenas do 11º lugar.

"Não tem sido, no geral, um bom fim de semana. Nós mexemos no carro inteiro. No Q1, saímos com um pneu novo e depois começamos o Q2 com compostos usados. Cometi um erro na chicane e perdi dois décimos que precisava para avançar ao Q3. Acho que fizemos um bom progresso com o carro, e o Max mostra bem isso, mas não tive uma chance de mostrar", disse o mexicano.

Os pilotos voltam às pistas neste domingo, às 10h, pelo horário de Brasília, para a corrida do GP da Emília-Romagna de Fórmula 1.

LIGA FEMININA DE FUTSAL

Pezão/UCDB é derrotado pelo Taboão/Magnus e se complica na LFF

Jogo nesta sexta-feira (17) terminou 4x1 e aumenta a freguesia contra a equipe paulista; com apenas 3 pontos em 9 disputados, preocupação começa a circular a equipe de Campo Grande

18/05/2024 13h30

Pezão/UCDB (à esquerda) e Taboão/Magnus (à direita) perfiladas antes do início da partida

Pezão/UCDB (à esquerda) e Taboão/Magnus (à direita) perfiladas antes do início da partida Foto: Soanov Fotografia

Continue Lendo...

A equipe sul-mato-grossense Pezão/UCDB foi derrotada em casa, na noite desta sexta-feira (17), pelo Taboão/Magnus (SP), por 4x1. Os gols da equipe paulista foram marcados por Julia Anime, ex-ala da equipe da casa, Alana, Rarine e Luana. Aninha, artilheira do time sul-mato-grossense na competição, descontou para a equipe da casa.

O revés complica a situação do time do MS na Liga Feminina de Futsal (LFF), com duas derrotas em três jogos. Antes da partida de ontem, a equipe de Mato Grosso do Sul estava na sétima posição da tabela geral, ainda na zona de classificação para a próxima fase. 

Após a derrota, ainda se mantém na mesma colocação, mas com chances altas de perder posições dependendo dos resultados de outras equipes até dia 1° de junho.

Enquanto isso, o Taboão/Magnus está invicto na competição, com quatro vitórias em quatro jogos, 26 gols marcados (média de 6,5 por jogo) e 7 gols sofridos. A equipe paulista é uma das grandes favoritas ao título, junto com Stein Cascavel (PR)  e Barateiro (SC).

Intercalando os bons e maus momentos na competição, o Pezão/UCDB precisa de uma recuperação já na próxima partida, que acontece dia 1° de junho, às 17h, novamente no Ginásio Guanandizão, desta vez contra o São José (SP).

ASSINE O CORREIO DO ESTADO
 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).