Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VOLEIBOL

Confederação confirma Campo Grande como sede da Liga das Nações em 2021

Campo Grande receberá equipes da Polônia, China, Bulgária e Brasil
01/07/2020 15:42 - Fábio Oruê


Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) confirmou nesta quarta-feira (1º) a realização de uma das etapas da Liga das Nações em 2021 em Campo Grande. O ofício, encaminhado pela Federação de Voleibol de Mato Grosso do Sul, solicitou o Ginásio Guanandizão para os dias 4, 5 e 6 de junho de 2021, no modelo que já estava previsto para 2020.

Conforme divulgou a prefeitura da Capital, as equipes confirmadas pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB), na etapa de Campo Grande, serão Polônia (atual campeã Mundial), China, Bulgária e Brasil. 

O evento que, tem a parceria da prefeitura, do governo do Estado e da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), aconteceria em junho de 2020, foi transferido para o próximo ano em virtude da pandemia da Covid-19.

O Ginásio Guanandizão, que está em obras na parte interna e externa, tem previsão de reinaugurar em agosto de 2020 e estará pronto para receber os torcedores do evento, que tem expectativa de movimentar mais de 20 mil pessoas em 3 dias de competição.

A última vez que a seleção Brasileira esteve em Campo Grande foi em 2004, quando venceu Portugal pela Liga Mundial. E agora, após 17 anos o município volta a receber os jogos da seleção masculina de voleibol.

 
 

OBRAS

Dentro do Ginásio, a quadra está pronta com piso emborrachado de poliuretano em elastômeros duráveis e em adesivos de alto desempenho e com pisos de tacos ao seu redor. 

O teto também foi reformado, assim como as arquibancadas, que passaram por tratamento e receberam as pinturas em amarelo, vermelho e azul. As cadeiras também foram trocadas e mantiveram suas pinturas originais em amarelo, azul, verde e vermelho. 

Lanchonetes, banheiros, vestiários e salas foram mantidas e receberam revitalizações, pinturas e melhorias. As obras no local - que está interditado desde 2013 - são uma parceria da prefeitura e do governo do Estado.

 

Felpuda


Devidamente identificadas as figurinhas que agiram “na sombra” em clara tentativa de prejudicar cabeça coroada. Neste segundo semestre, os primeiros sinais começarão a ser notados como reação e “troco” de quem foi atingido. Nos bastidores, o que se ouve é que haverá choro e ranger de dentes e que quem pretendia avançar encontrará tantos, mas tantos empecilhos, que recuar será sua única opção na jornada política. Como diz o dito popular: “Quem muito quer...”.