Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DE 2024

Los Angeles anuncia candidatura às Olimpíadas

Los Angeles anuncia candidatura às Olimpíadas
02/09/2015 00:00 - terra


Nesta terça-feira, a cidade de Los Angeles lançou oficialmente sua candidatura para sediar os Jogos Olímpicos de 2024. O anúncio foi feito pelo Comitê Olímpico dos Estados Unidos (Usoc), com a expectativa que o evento esportivo volte ao país norte-americano após 28 anos, quando Atlanta albergou a competição em 1996.

A candidatura de Los Angeles foi anunciada após a aprovação unânime do Conselho da Cidade, espécie de Câmara dos Vereadores. O dossiê do município californiano segue os princípios da Agenda 2020, documento que propõe Olimpíadas com menos gastos e mais sustentáveis, além de exigir que 85% dos locais de disputa sejam próximos da vila olímpica.

O prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti, se mostrou empolgado em anunciar a candidatura: “Hoje, eu estou orgulhoso de lançar oficialmente nossa candidatura com o Usoc com o objetivo de trazer as Olimpíadas e Paralimpíadas de volta aos Estados Unidos pela primeira vez em 28 anos”.

Los Angeles já recebeu os Jogos Olímpicos em duas ocasiões. A primeira edição sediada foi em 1932, enquanto que o segundo evento foi realizado em 1984. Apenas Londres conseguiu albergar as Olimpíadas em três oportunidades: 1908, 1948 e 2012.

Para sediar as Olimpíadas de 2024, Los Angeles irá lutar com as candidaturas de Roma (Itália), Hamburgo (Alemanha), Paris (França) e Budapeste (Hungria). A cidade californiana substitui Boston, em Massachusetts, como opção norte-americana, já que o munícipio não teve apoio popular para seguir na disputa.

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...