Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPEONATO PAULISTA

Luxemburgo fala em experiência com Zé Rafael: “Às vezes, as coisas surgem”

Time venceu a partida por 1x0 no no Moisés Lucarelli, em Campinas
09/02/2020 09:40 - Bruna Aquino


Vanderlei Luxemburgo apostou em Zé Rafael como segundo volante neste sábado, na vitória do Palmeiras sobre a Ponte Preta por 1 a 0, no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). Passada a partida, o comandante alviverde comentou sobre a experiência que fez com o jogador atuando na posição e, aparentemente, gostou do que viu. As informações são do portal Gazeta Esportiva. 

Com o resultado, o Palmeiras assumiu a ponta do Grupo B, com dez pontos, e agora torcerá por um tropeço do Santo André contra o São Paulo, neste domingo, para se manter na liderança da chave. A Ponte, por sua vez, continua na segunda colocação do Grupo A, mas pode ver o Santos abrir quatro pontos de distância dependendo do resultado da partida contra o Botafogo-SP.

“Estamos dentro da competição, daqui a pouco entra a fase decisiva e estou fazendo algumas experiências. O Zé Rafael é lento para jogar como atacante de lado. Para jogar pelos lados, tem que ter velocidade. Hoje fiz duas experiências com ele: primeiro ele sendo segundo volante, e depois coloquei um volante e ele saindo mais para o jogo”, explicou.

“Ele é um jogador versátil, tem demonstrado um poder de marcação muito forte, rouba e começa a jogada. Futebol é assim. Às vezes, as coisas surgem, uma oportunidade nova. Pela qualidade técnica, poder de marcação, tamanho, jogador forte fisicamente… de repente, encontramos um espaço para ele. Agora, se vai continuar ou não, é outra situação”, completou Luxemburgo.

Além de Zé Rafael, Vanderlei Luxemburgo também deu uma oportunidade de Willian e Luiz Adriano atuarem juntos no ataque. Se, para muitos, os dois são concorrentes de posição, na opinião do treinador eles podem muito bem atuar lado a lado. Prova disso foi a jogada do gol palmeirense, em que um tocou para o outro balançar as redes.

“Eu fiz uma comparação com o Evair. O Evair saía para o Edilson e o Edmundo passarem. Ele [Luiz Adriano] tem essa qualidade, é um jogador de área. Vai ter dia que vou falar para ele ficar mais na área. É um jogador que eu gosto, gosto da maneira que ele protege a bola, me agrada”, concluiu.

 

*Com informações da Gazeta Esportiva

 
 

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.