Esportes

Recorde histórico

Marta faz 5 e passa Pelé como maior artilheira da Seleção

Marta faz 5 e passa Pelé como maior artilheira da Seleção

Continue lendo...

Nesta quarta-feira (9), Marta quebrou mais um recorde histórico. Durante goleada por 11 a 0 sobre Trinidad e Tobago, pela estreia no Torneio Internacional de Natal, na Arena das Dunas, a atacante marcou cinco gols, e, chegando a 98 no total, se tornou com sobras a maior artilheira da história da Seleção Brasileira.

Os outros tentos do time canarinho na partida foram anotados por Beatriz (três vezes), Debinha, Raquel e Rilany. O Brasil volta a campo neste domingo (13), quando enfrenta o México. Depois, as brasileiras ainda encaram o Canadá, na próxima quarta-feira (16), pela última rodada da fase de grupos.

As duas seleções melhores colocadas entre essas quatro participantes se classificam para a final, que será disputada no dia 20 de dezembro, horas depois do duelo pelo terceiro lugar, que contará com as outras duas equipes restantes.

Já o feito consolidado por Marta nesta quarta-feira (9) é ainda mais marcante pelo tamanho do antigo dono da marca, Pelé, para muitos o maior jogador de futebol de todos os tempos, que balançou as redes 95 vezes durante as 114 partidas em que vestiu a amarelinha.

Além do número absoluto, a média da Rainha Marta também é melhor que a do Rei, uma vez que o confronto diante de Trinidad e Tobago foi sua 100ª partida defendendo a Seleção Brasileira.

Eleita cinco vezes a melhor jogadora de futebol do mundo, a camisa 10 do Brasil também é goleadora histórica em Copas do Mundo. Com 15 gols anotados, ela tem o título isolado de maior artilheira da história da competição feminina. Entre os homens, Ronaldo possuiu a mesma marca e é o segundo maior, atrás do alemão Klose, que fez 16.

Já em termos de conquistas coletivas, Marta já conquistou duas vezes a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos com a Seleção, além de duas pratas olímpicas e um vice-campeonato mundial. Agora, busca a sexta conquista do Torneio Internacional de futebol feminino.

FUTSAL FEMININO

Sem apoio financeiro, Pezão/UCDB lança campanha para pagar custos de viagens

Equipe sul-mato-grossense é a única representante do Estado na Liga Feminina de Futsal e, para este ano, não conta com apoio municipal ou estadual para disputar a competição

20/06/2024 12h30

Elenco e comissão técnica do Pezão/UCDB

Elenco e comissão técnica do Pezão/UCDB Foto: Isabelly Melo

Continue Lendo...

A equipe do Pezão/UCDB é a única representante do Mato Grosso do Sul na Liga Feminina de Futsal (LFF). Porém, não recebe apoio de entidades públicas ou privadas para custear os gastos das viagens, colocando em risco o seguimento do time na competição nacional.

Ano passado, representou o Estado pela primeira vez na LFF e conseguiu um honroso oitavo lugar na primeira fase, garantindo vaga para o mata-mata da competição. Infelizmente, não seguiu adiante, mas por ser a participação de estreia no torneio, ficar entre as oito melhores foi motivo de muita comemoração para os sul-mato-grossenses.

Para a edição deste ano, a equipe foi novamente convidada pela Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS) para participar da competição nacional e aceitou, mas enfrenta dificuldades financeiras para seguir no torneio. 

Ontem, quarta-feira (19), no Instagram oficial do Pezão/UCDB, foi lançada uma rifa para ajudar nos custos das viagens, além de um comunicado explicando a situação e pedindo ajuda dos torcedores para que elas continuem na LFF.

Luiz Fernando “Nando”, treinador da equipe, afirmou que o único apoio que o time recebe vem através da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), com treinamento, bolsa de estudos e outras despesas. Mauro Ferrari, presidente da Federação de Futsal do Mato Grosso do Sul, também foi citado pelo técnico como uma fonte de apoio em alguns custos.

Para as partidas mandadas em casa, onde acontecem no Ginásio Guanandizão, os custos são menores, já que a Prefeitura de Campo Grande fornece o espaço gratuitamente, mas reforçou que por ser uma competição de nível nacional, os gastos ainda são altos.

“Tudo em competição nacional é muito caro, então a gente tem que fazer essa correria extra e contar com colaborações, e as meninas se desdobram para também ajudar”, afirmou.

No ano passado, o treinador destacou que a Fundação de Desporto e Lazer do Mato Grosso do Sul (Fundesporte) não ajudou no começo da competição, mas, após falecimento de João Félix, - presidente da SERC, que tinha parceria com a UCDB até os primeiros meses deste ano - forneceu recursos para que a equipe conseguisse seguir até o fim.

Ainda sobre a parceria com o setor público esportivo do Estado, a Fundesporte, a capitã Bruna Elisbão contou que há dois anos a equipe conseguiu R$ 500 mil através de um edital da insitutição, o que ajudou a conquistar ótimos resultados em quadra, mas destaca que hoje elas precisam do apoio para seguir em outros torneios e, principalmente, com o projeto.

"Para realizar alguns jogos é mais difícil, tanto fora como aqui dentro, e como a gente fez um compromisso lá no começo de permanecer na Liga, de jogar, de honrar, então a gente está correndo atrás de patrocínios,", reforçou Bruna.

A capitã ainda comentou que a equipe pretende se candidatar ao edital de R$ 7 milhões lançado pela Fundesporte, do qual prevê um benefício financeiro para entidades esportivas do Mato Grosso do Sul. Mas garante que elas não podem ficar esperando pelo resultado, que deve acontecer apenas em setembro ou outubro, meses que a primeira etapa da LFF já deve estar no final.

Em meio à essa crise financeiro, o Pezão/UCDB vai ao Paraná enfrentar o Stein Cascavel (PR), uma das melhores equipes da modalidade no país e atual campeão da Libertadores. Jogo será sábado (22), às 15h (horário de MS), no Ginásio Francisco Odilon Reinhard. Neste momento, a equipe sul-mato-grossense ocupa a 10ª colocação, com uma vitória e três derrotas, mas ainda próximo à zona de classificação para o mata-mata.

Classificação de momento (até 20/06) da LFF:

Fonte: CBFS

Saiba

O time de futsal feminino da UCDB tinha parceria com a SERC, de Chapadão do Sul, até o início deste ano. Mas, após o falecimento de João Félix, presidente do SERC, a sede chapadense diminuiu gradativamente os apoios financeiros dados à UCDB, até decidirem encerrar por completo a parceira. Para 2024, a equipe fechou com a escolinha tradicional Pezão

Assine o Correio do Estado

BRASILEIRO DE FUTSAL

CREC/Juventude encara América (MG) em "final" antecipada

Jogo é crucial para time sul-mato-grossense continuar sonhando com a classificação para o mata-mata; restam apenas quatro jogos para o fim da primeira fase

20/06/2024 10h30

CREC/Juventude encara próximas rodadas como

CREC/Juventude encara próximas rodadas como "finais" em busca da classificação Foto: Marcelo Berton / CREC/Juventude

Continue Lendo...

Restando quatro jogos para o fim da fase de grupos do Brasileiro de Futsal e com apenas um ponto conquistado, o CREC/Juventude precisa vencer para se aproximar da zona de classificação. Visando isso, enfrenta o América (MG) hoje, quinta-feira (20), às 19h, em Itaúna (MG).

Cinco jogos, um empate, quatro derrotas, três gols marcados e 11 sofridos. Esses são os números da equipe sul-mato-grossense na competição, mas a chave precisará virar já no próximo jogo, principalmente a eficiência ofensiva.

Em treinos divididos em dois períodos na segunda-feira (17) e terça-feira (18), o elenco chegou em Belo Horizonte (MG) na madrugada de quarta-feira (19) e treinou durante a tarde, além de um treino na manhã de hoje na Arena Hall, local da partida.

A última partida, além de ter sido o jogo do primeiro ponto do CREC/Juventude na competição, também marcou a estreia das novas contratações da equipe, trazendo cara nova para o elenco. 

“Com elenco maior, além do ganho técnico, podemos aumentar o rodízio de jogadores durante a partida, o que reduz o desgaste como um todo e observamos isso na última partida. O reflexo foi imediato na partida anterior e esperamos melhor desempenho agora contra o América”, afirma Edson dos Anjos, técnico do time.

Esta será a primeira de uma sequência de dois jogos fora de casa, com a próxima marcada para o dia 30 de junho, às 16h, em Manaus, contra o Estrela do Norte (AM). Após essa sequência, volta para a Arena Maracaju para jogar sua última partida em casa na temporada, contra o Cruzeiro, no dia 6 de julho.

Sobre o grupo, ainda jogam: Cruzeiro (MG) x ADS Sapezal (MT); Passo Fundo (RS) x Fortaleza (CE); Vasco da Gama (RJ) x CRB/Traipu (AL) e Náutico (PE) x Estrela do Norte (AM). Todas as partidas da rodada serão realizadas entre os dias 20 e 25 de junho.

Confira a classificação de momento do grupo A (até 20/06):

Fonte: Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS)

AMÉRICA MINEIRO

Nos últimos três jogos, a equipe mineira tem duas derrotas, a última no domingo (16), contra o Fortaleza, por um placar de 6x3. Este jogo ficou famoso no final de semana por um dos gols mais bonitos do ano ter sido feito pelo pivô Bob, do Fortaleza. 

No lance, o jogador recebe a bola na entrada da área e ao perceber a aproximação rápida do goleiro, faz um giro de costas, dando o efeito de um lençol direto para as redes. Veja o lance no vídeo abaixo:

Na competição, o América está na sétima colocação, com seis pontos conquistados, duas vitórias e três derrotas. A defesa não é das melhores da competição, com 13 gols sofridos, além de não apresentar um ataque expressivo, com 10 marcados. 

Em casa, o retrospecto é positivo, com duas vitórias em dois jogos, pelos placares de 4x2 e 1x0, contra Náutico (PE) e ADS Sapezal (MT), respectivamente. Ou seja, os mineiros apostam no fator casa para conseguir sua terceira vitória e encaminhar a classificação.

Assine o Correio do Estado

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).