Esportes

Esportes

A+ A-

Mundial de Beach Soccer: Brasil fecha 1ª fase com aproveitamento 100%

Seleção brasileira enfrenta o Japão pelas quartas da competição

Continue lendo...

Graças a um gol de Edson Hulk no final da prorrogação, o Brasil derrotou o México por 4 a 3, na tarde desta terça-feira (20) em Dubai (Emirados Árabes), e fechou a fase de grupos da Copa do Mundo de Beach Soccer com 100% de aproveitamento. Assim a seleção brasileira garantiu a liderança do Grupo D.

Os gols da seleção brasileira foram marcados por Mauricinho, Alisson e Edson Hulk (dois, o segundo deles no último lance da partida). Já a equipe mexicana descontou com Castillo, Wbias e Maldonado.

“Uma vitória suada. Primeiro parabenizar a equipe do México, que foi aguerrida do começo ao fim. Graças a Deus conseguimos a classificação, que era o objetivo principal, e agora é focar na próxima fase. Vamos para o mata-mata, no qual quem perder vai para casa. Acredito que esse grupo vem evoluindo dia após dia, jogo após jogo. Temos muito a melhorar para que nas quartas de final a façamos nosso melhor jogo”, declarou o ala Filipe Silva.

Na próxima etapa da competição a seleção brasileira medirá forças com o Japão, segundo colocado do Grupo C. A partida será realizada a partir das 8h30h (horário de Brasília) da próxima quinta-feira (22).

Assine o Correio do Estado.

CAMPEONATO

Dourados encara maior campeão do Estadual em sua primeira final

Equipe fundada em 2020 fará sua estreia na decisão do Campeonato Sul-mato-grossense contra o Operário

12/04/2024 09h00

Jogadores do Dourados durante conversa em treino que antecede a primeira partida decisiva do Estadual, contra o Operário Foto: Franz Maciel

Continue Lendo...

Após classificação inédita para a final do Campeonato Sul-mato-grossense, o Dourados Atlético Clube se prepara durante a semana para enfrentar na decisão o Operário, o maior campeão do Estadual.

O primeiro jogo da final será disputado neste domingo (14), às 15h, no Estádio Frédis Saldivar, o Douradão. A equipe douradense conseguiu a classificação após vencer em casa, no último domingo, o Corumbaense, por 2 a 0, com gols de Pepeto e Luan Rodrigues.

O resultado colocou uma equipe de Dourados de volta para a final após sete anos de jejum. A última vez, em 2016, a final também foi entre equipe de Dourados e Campo Grande, na ocasião o Sete de Dourados foi campeão em duelo contra o Comercial.

De lá para cá a maior cidade do interior do Estado não teve mais representantes em competições nacionais de futebol. 

O Dourados chegou a ser vice-campeão em 2021, porém, na época apenas o campeão garantia vaga para disputar a Copa do Brasil, Copa Verde e Brasileiro Série D, além disso, a última fase do campeonato era decidido através de um hexagonal, sem a disputa da final.

Para esta final o Dourados está em uma sequência de 10 jogos sem perder, a única derrota do DAC na competição foi na fase de grupos contra o Aquidauanense, derrota fora de casa por 1 a 0 no dia 24 de janeiro.

Mesmo com a campanha de líder do grupo B, o Dourados decidiu demitir durante o caminho o técnico Luiz Carlos Cruz para contratar o conceituado treinador Rogério Henrique, que comandou o Costa Rica no início de 2023, equipe que foi campeã do Estadual no ano passado.

Na fase mata-mata o Dourados eliminou nas quartas de final, justamente o Costa Rica, com dois empates no tempo normal, a partida foi para as penalidades no Estádio Douradão, onde o DAC garantiu a classificação. Na semifinal o Dourados enfrentou o Corumbaense, eliminando a equipe em casa.

Sobre o confronto para a final , o treinador do DAC, Rogério Henrique, acredita que os dois jogos serão muito dificeis contra o Operário. 

“Nosso foco agora é pensar em título, temos que entender também que vão ser jogos dificeis contra um gigante do Estado que têm história no cenário nacional. Precisamos fazer valer o nosso mando de campo, diante do nosso torcedor, para estar preparado para esta primeira partida”, disse Rogério.

O zagueiro do Dourados, Thiago Moura, também pontuou a importância para a equipe, de sair com um resultado positivo neste primeiro confronto, que vai ser disputado no Douradão. 

“Estou feliz, contente e motivado para que no domingo possamos conquistar o primeiro objetivo jogando em casa, e depois fazer o resultado em Campo Grande. E, se Deus quiser, vamos alcançar o objetivo de ser campeão colocando o nosso nome na história do clube”, declarou.

OPERÁRIO 

O Galo consegue repetir o feito do ano passado, e chega pela segunda vez consecutiva a final do Estadual. Em 2023 a equipe foi vice-campeã em final contra o Costa Rica.

Desta vez o Operário terá a chance de disputar o último jogo em Campo Grande, já que na fase de grupos a equipe fez a melhor campanha do Estadul, vencendo seis jogos, empatando um, e terminando a primeira fase invicto.

Porém, na sua campanha na fase de mata-mata, o Operário que havia vencido o Ivinhema (quarto colocado do grupo B) no jogo de ida, foi surpreendido em derrota, de 1 a 0, jogando no Jacques da Luz, resultado que levou a decisão para as penalidades, onde o Galo foi o vencedor.

Nestas semifinais o confronto que decidiu o finalista foi entre duas equipes campo-grandenses. O Operário enfrentou a Portuguesa, onde na primeira partida o Galo virou para cima da Lusa, de uma derrota de 2 a 0 no 1º tempo, para uma vitória de 3 a 2 na segunda etapa.

Na partida de volta, o Operário conseguiu segurar o placar de 0 a 0, mantendo a vantagem conquistada em Sidrolândia, e avançando para a final inédita contra o Dourados.

O Galo vai em busca do seu 13º titulo do Sul-mato-grossense, já o DAC pode ser pela primeira vez campeão do Estadual.

Além do título, a conquista do campeonato dá direito a vaga para o Campeonato Brasileiro da Série D e para a Copa Verde de 2025. 

ASSINE O CORREIO DO ESTADO

Esportes

Bolsa Atleta tem número recorde de solicitações em 2024

Programa de patrocínio recebeu a inscrição de 9.076 esportistas

11/04/2024 23h00

Rafael Bello/COB

Continue Lendo...

O Ministério do Esporte informou na tarde desta quinta-feira (11) que as inscrições para o Bolsa Atleta bateu um número de candidaturas no ano de 2024, com 9.076 solicitações. O programa brasileiro de patrocínio de esporte individual, o maior do mundo, tem como novidade a inclusão de gestantes, puérperas, atletas surdos e auxiliares do esporte paralímpico.

“A categoria que mais obteve inscritos foi a Atleta Nacional, com 5.990 esportistas. Em segundo lugar ficou a categoria Internacional, com 1.448. Em seguida, a Estudantil (699), atletas Olímpicos/Paralímpicos e Surdolímpicos (534) e Atletas de Base (405). Na lista, 44,25% são do gênero feminino; 55,75%, do masculino; e 24% são pessoas com deficiência”, informou o Mnistério do Esporte por meio de sua assessoria de imprensa.

As inscrições para a edição 2024 do Bolsa Atleta puderam ser feitas até a última segunda-feira (8). Agora a expectativa é de que a lista de atletas contemplados com o patrocínio seja divulgada entre os dias 10 e 17 de junho.

Em 2023, o programa, que é mantido pelo Governo brasileiro, distribuiu R$ 120,5 milhões para 8.057 atletas. Neste ano a expectativa é de um investimento recorde de R$ 162 milhões.

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).