Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TÊNIS

Novak Djokovic é nomeado embaixador da Unicef

Djokovic foi nomeado por seus serviços em prol das crianças vulneráveis
28/08/2015 17:17 - GAZETA ESPORTIVA


 

Além de estar no topo do ranking da ATP, com mais de cinco mil pontos de diferença para o segundo colocado Roger Federer, o sérvio Novak Djokovic tem mais um motivo para se orgulhar. Nesta sexta-feira, o tenista foi nomeado como o mais novo Embaixador da Boa Vontade da Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), por seus serviços em prol das crianças vulneráveis.

O trabalho de Djoko com a Unicef havia começado em 2011, quando ele se tornou um embaixador da entidade pela Sérvia. Desde então, o tenista vem trabalhando por melhorias na vida de crianças, especialmente as mais marginalizadas. Ele recebeu as honras em Nova York, na sede da entidade, das mãos do Diretor Executivo Yoka Brandt.

“Estou honrado de me tornar um Embaixador da Boa Vontade pela Unicef, e de continuar defendendo e preservando os direitos das crianças, além de promover acesso aos cuidados e desenvolvimento para todas as meninas e meninos”, disse Djokovic.

“Estou comprometido a ajudar a Uniced a prover cuidados de qualidade desde cedo para as crianças, especialmente aquelas que estão mais vulneráveis, ajudando-as a construir um futuro brilhante para elas, suas famílias, e suas comunidades”, concluiu.

O atleta agora se junta a outros Embaixadores da Boa Vontade da Unicef, como Audrey Hepburn, David Beckham, Shakira, Orlando Bloom e a tenista também número 1 do mundo Serena Williams.

Felpuda


Sem conseguir controlar a verborragia, figurinha estreante no mundo político-partidário, e que se acha “o último biscoito do pacote”, acabou batendo de frente com titãs da política. Primeiro perdeu os anéis e, agora, os dedos correm sérios riscos. Anda “ameaçando” deixar o lugar onde se encontra, só que por lá vem ouvindo frases como “se é por falta de adeus...”, “os incomodados que se mudem” e “não fará nenhuma falta”.

Como se vê...