Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DEU RUIM

O Corinthians não pagou a luz e teve a energia cortada no Parque São Jorge

O Corinthians não pagou a luz e teve a energia cortada no Parque São Jorge
25/04/2020 22:48 - Da Redação


O clube tem geradores de energia elétrica, mas o auxílio não tem sido suficiente para evitar prejuízo a estoques de lojistas que precisam armazenar produtos em freezers e geladeiras.

Gazeta Esportiva entrou em contato na noite deste sábado com André Luiz de Oliveira, conhecido como André Negão. O diretor administrativo do Corinthians disse que foi pego de surpresa com a informação, pois participou de uma live ao lado de Vampeta, na sexta-feira, justamente no Parque São Jorge.

Após averiguar os fatos, o dirigente confirmou à reportagem o corte da energia e explicou que o clube não recebeu a conta referente a março e, por isso, houve o problema.

A promessa é de que na segunda-feira tudo será resolvido.

Desde 25 de março, por decisão da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), está suspenso o corte no fornecimento de energia elétrica de consumidores residenciais urbanos e rurais e também de atividades essenciais no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

O Parque São Jorge, no entanto, não figura entre os beneficiários desta determinação. Ou seja, enquanto não efetuar o pagamento, o clube seguirá no escuro.

A situação só não está causando transtornos maiores pelo fato do Parque São Jorge estar fechado desde o dia 18 de março em mais uma medida de prevenção adotada para a contensão da propagação do novo coronavírus.

Após a publicação o Corinthians emitiu também uma nota oficial. Confira abaixo:

O Sport Club Corinthians Paulista informa que em virtude da mudança na rotina de trabalho em home office devido à pandemia do Covid-19 houve um erro em função do rodízio de funcionários e foi suspenso o fornecimento de energia da sua sede. As tratativas com a Enel distribuidora foram encaminhadas na última sexta-feira (24), e o serviço deverá ser restabelecido na próxima segunda-feira (27).

 

Reproduzido: Gazeta Esportiva

 

Felpuda


Lideranças de alguns partidos estão fazendo esforço da-que-les para fechar chapa com o número exigido por lei de 30% do total de vagas para as mulheres. Uma dessas legendas, por exemplo, tenta mostrar a “felicidade” das suas pré-candidatas, mas teme o fracasso, tendo em vista que o “chefe maior” é aquele que já mandou mulheres calarem a boca e disse também que a importância da sua então esposa na campanha eleitoral era porque apenas “dormia com ele”. Ô louco!