Esportes

ESTADOS UNIDOS

A+ A-

Partidas da NBA em plena noite de Natal provoca polêmica entre atletas

Partidas da NBA em plena noite de Natal provoca polêmica entre atletas

ARLINDO FLORENTINO

23/12/2010 - 23h56
Continue lendo...

A tradição da NBA de ter alguns jogos disputados mesmo na noite de natal vem incomodando algumas estrelas da liga norte-americana. O ala LeBron James, agora no Miami, Heat, irá enfrentar o Los Angeles Lakers, do técnico Phil Jackson, no próximo dia 25, e os dois se mostraram totalmente contra a disputa de jogos no dia em que, pensam, deveriam estar com suas famílias.

Será a segunda vez que os dois se enfrentam na noite de natal. Em 2009, os Lakers enfrentaram o Cleveland Cavaliers, por onde James atuava, e o time da Califórnia perdeu em pleno Staples Center por 102 a 87, mesmo com os 35 pontos e dez rebotes anotados por Kobe Bryant. Desta vez, a partida incomodou ainda mais os dois astros dos times.

"Se você perguntar a qualquer jogador da liga, ele dirá que prefere ficar em casa com sua família" afirmou LeBron. "Acho que até mesmo as pessoas que definem os calendários prefeririam estar em casa com suas famílias durante este dia. Não é apenas um feriado comum. É com certeza um daqueles em que você gostaria de poder acordar com suas crianças e abrir os presentes", reclamou o atleta, pai de dois filhos.

James foi, ainda, endossado pelo técnico dos Lakers Phil Jackson, cuja equipe tem sido uma das escolhidas para entrar em quadra no Natal desde o ano de 1999 - como técnico, só não esteve na partida em 2004, quando não treinou o time de Los Angeles. "Acho que nenhuma pessoa deveria jogar no dia de Natal. Eu não entendo isso", criticou.

No ano passado o técnico do Orlando Magic, Stan Van Gundy, foi ainda mais enfático na crítica à medida. "Eu na verdade me sinto mal pelas pessoas que não tem nada mais para fazer no dia de Natal que não assistir um jogo de NBA", afirmou na ocasião, reconhecendo ter sido duro demais em suas palavras.

"Acho que você simplesmente tem que aceitar, isso faz parte da liga. Eu falei aquilo no ano passado, e não vou falar de novo. Meu diretor pagou pelo que eu disse antes, e não vai pagar agora", despistou.

Já Dwyane Wade foi político ao comentar o caso. Ele briga pela guarda dos dois filhos com a ex-esposa desde a última temporada, mas afirmou entender a atual situação, por se tratar de um jogo interessante em um âmbito mundial. "Nossas famílias entendem. Nós iremos comemorar assim que chegarmos em casa", afirmou.

Opinião diferente tem o companheiro de equipe, o lituano Zydrunas Ilgauskas, outro com dois filhos, e que atuou nos Cavaliers por oito anos antes de ir para o Miami Heat.

"Entendo que é um negócio e as pessoas queiram assistir jogos no Natal. Mas talvez os times mereçam um descanso. Acho que os Lakers atuam em todos os Natais. Isso não está certo. Dêem um ano ou dois a eles (de descanso). Deixem eles aproveitarem o Natal", argumentou.
 

Campeonato Sul-Mato-Grossense

Gian Rodrigues é anunciado como o novo treinador do Costa Rica

O comandante de 52 anos, terá a sua primeira experiência em clubes de Mato Grosso do Sul

01/03/2024 14h23

Foto: Renan Muniz/Caldense

Continue Lendo...

Gian Rodrigues é o novo treinador do Costa Rica. O comandante de 52 anos, estava no Democrata de Governador Valadares (MG), e foi anunciado pelo CREC na manhã de hoje (1), pelas redes sociais.   

Ainda de acordo com a nota do clube, Gian não estará no banco de reservas contra o Operário, neste final de semana, no Estádio Laertão, pela 9º rodada do Campeonato Sul-Mato-Grossense.  

“A partir de segunda-feira, o novo comandante se junta ao elenco e dá início aos trabalhos ao lado de algumas peças que irão reforçar o nosso time. Desejamos sucesso e que sua passagem seja repleta de conquistas”, diz a nota do CREC.  

A Cobra do Norte passa por momentos de instabilidade no campeonato estadual. Com 10 pontos em seis jogos, o CREC se encontra na terceira colocação do Grupo A. Operário é líder com 14 pontos e a Portuguesa vem logo atrás com 12 pontos.  


Quem é Gian Rodrigues. 

O mineiro de 52 anos, foi demitido do Democrata GV (MG), na última segunda-feira (26), após três derrotas no campeonato mineiro. 

Gian chegou ao clube mineiro em novembro do ano passado, mas acabou não agradando a torcida e nem os dirigentes pela campanha irregular na competição. Pelo Democrata  de Governador Valadares, Gian conquistou uma vitória, um empate e cinco derrotas. O clube mineiro vai disputar o triangular final de rebaixamento no Campeonato Mineiro.

O comandante teve experiências apenas em clubes de Minas Gerais. Ele já passou pelo  Caldense, Primavera e o Patrocinense.  

 

Assine o Correio do Estado.   

Estadual

Em partida eletrizante, Lusa vence o Náutico em jogo polêmico com acusações de racismo

O zagueiro da Portuguesa, Vinicius Machado acusou um policial militar de racismo; o clube formalizou a denúncia na manhã de hoje (1).

01/03/2024 13h26

Jogo quente acusações de racismo, marcou o eletrizante Portuguesa 4x3 Náutico pelo Campeonato de MS Foto: Luciano Siqueira/ Portuguesa

Continue Lendo...

Em partida eletrizante com sete gols, a Portuguesa venceu o Náutico em jogo polêmico, no Estádio Jacques da Luz, na noite de ontem (29), pela 7º rodada do Campeonato Estadual. Com a vitória, a Lusa sobe na tabela com 12 pontos e cola no Operário em busca da melhor campanha na competição.  

O primeiro gol da partida aconteceu aos 17 minutos da primeira etapa, quando em uma saída errada na defesa adversária, João Paulo deu um lindo passe para Lucas Caetano, que ganhou a disputa com o goleiro Marcão e a bola sobrou para Felipe que empurrou com o gol vazio, abrindo o placar para o Náutico, 1 a 0. 


Logo após aos 18 minutos, David caiu dentro da área, mas o juiz não viu falta. Minutos depois, o árbitro corrigiu a decisão com ajuda do bandeira e marcou pênalti. O meia Vieira foi para a cobrança, mas o goleiro adversário espalmou, mas a bola sobrou para Raylan deixar o placar tudo igual.  

 Foto: Luciano Siqueira/ Portuguesa

Mais no finalzinho do primeiro tempo, aos 43 minutos o Náutico pulou na frente com o atacante Lucas Caetano. A vantagem durou poucos minutos, quando o meia David ganhou da marcação adversária na velocidade e empatou a partida em 2 a 2.  


Na volta do segundo tempo, as emoções continuaram e Lucas Caetano novamente marca o 3º gol do Jacaré Alviverde. A Lusa conseguiu igualar o resultado após um lindo voleio de dudu, que fez 3 a 3. 

O meia da Portuguesa brilhou novamente,  aos 21 minutos, com Dudu deu uma linda assistência para Rhuan, fazer o 4 a 3. 


Com a vitória, a Lusa chega aos 12 pontos e cola no Operário na vice-liderança do grupo A. O Costa Rica e o Coxim vem logo  atrás. Já o Náutico está rebaixado para a Série B do Estadual.  


Jogador acusa policial de racismo  

Reprodução

O clássico entre Portuguesa e Náutico tinha tudo para ser um dos melhores jogos do Campeonato Sul-Mato-Grossense, se não fosse as cenas lamentáveis de racismo que aconteceram aos 18 minutos do primeiro tempo. 

O lance polêmico foi um pênalti para a Lusa em que que o árbitro demorou para marcar. Os atletas do banco de reservas reclamaram bastante do lance, quando uma equipe policial que fazia a segurança do jogo, entrou em campo, sem a solicitação do árbitro da partida, João Bosco Echeverria. 

Segundo a nota da PM ao Correio do Estado, "na observação do comandante que cuidava da equipe que estava no estádio, foi necessária a intervenção da polícia, a fim de resguardar a equipe de arbitragem e atletas. Após cerca de 20 minutos, os ânimos se acalmaram e a partida pode ser reiniciada sem maiores problemas", relatou.   

De acordo com a assessoria da Portuguesa, no meio do bate-boca, o zagueiro Vinícius Machado apontou para o policial o acusando de racismo. 

O zagueiro tentou sair de campo, mas a comissão técnica da Lusa acalmou os ânimos e o atleta decidiu ficar em campo, visivelmente abalado.  

Questionado sobre o caso, a assessoria da Polícia Militar disse que a "instituição não compactua com qualquer tipo de desvio de conduta de seus integrantes, e que está investigando o caso" 

Ainda de acordo com a assessoria da Portuguesa, o zagueiro Vinicius Machado, juntamente com a equipe jurídica, formalizou a denúncia de racismo na Corregedoria Geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, na manhã de hoje (1). 

 

 

Confirma a nota da Portuguesa nas redes sociaiss: 

Divulgação/ 

Assine o Correio do Estado.   

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).