Esportes

Medalhista

A+ A-

Rayssa Leal tem nota histórica e é campeã da liga mundial de skate street

Com notas altas desde o início, inclusive um 9,0, o primeiro da história em uma volta da disputa feminina da SLS, Rayssa fechou com 31,9, à frente da campeã olímpica Momiji Nishya

Continue lendo...

Apoiada incondicionalmente pela torcida presente no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, neste domingo, Rayssa Leal tornou-se bicampeã da SLS, principal liga de skate de rua do mundo, ao vencer o Super Crown, a última etapa do campeonato. Com uma apresentação de notas altas desde o início, inclusive um 9,0, o primeiro da história em uma volta da disputa feminina da SLS, foi dominante e fechou com 31,9, à frente da campeã olímpica Momiji Nishya, com 30,6, e Page Heyn, com 28,9.

Assim como na fase anterior, as skatistas tiveram duas voltas de 45 segundos e cinco oportunidades de manobras individuais. A nota final foi a soma das quatro maiores notas, podendo ser composta de uma volta e três manobras individuais, ou quatro manobras individuais, com pontuação máxima de 40 pontos. Melhor colocada de sua bateria na fase classificatória, Rayssa Leal era a última a se apresentar a cada rodada da final.

O 9,0 conquistado por Rayssa é inédito na etapa de "voltas" da competição. Uma outra nota ainda mais alta já foi dada anteriormente. Oda Yumeka já havia conquistado um 9,4, mas na etapa de "manobras". São as duas únicas mulheres da história a atingir este feito.

Na primeira sessão de voltas de 45 segundos, os destaques iniciais foram a campeã olímpica Momiji Nishiya, com nota 6,3, e a jovem Chloe Covell, que arrancou um 6,0 dos jurados apostando na precisão de seus ‘flips’. Depois da primeira volta de Rayssa, contudo, a apresentação das duas foi ofuscada, pois a brasileira encaixou ótimas manobras de corrimão para receber um 8,1 e assumir a liderança.

Covell e Nishiya não conseguiram elevar o nível na segunda sessão, com notas abaixo de 6,0 e viram Rayssa brilhar novamente, desta vez com uma nota 9,0, que levou a torcida ao delírio quando anunciada. Na SLS, os noves não são tão constantes. Quem consegue, entra para o chamado "Nine club".

O domínio nas duas voltas fez Rayssa chegar como líder à disputa das manobras individuais. Em sua primeira tentativa, Chloe Covell acertou um ‘kickflip’ sobre a escada, somou 7,3 e mostrou-se uma ameaça ao bi da brasileira, assim como Nishyia, que fez 7,4, mas a maranhense de 15 anos respondeu com um 8,0 ao acertar um "backside tailslide" no corrimão.

Na segunda rodada de manobras individuais, Rayssa fez sua primeira nota abaixo de oito, um 6,4, mas foi o suficiente para retomar a liderança que havia sido tomada por Covell. A diferença entre elas era de três pontos - 23,4 para a brasileira contra 20,4 da australiana.

Já a terceira rodada colocou Yumeka Oda, autora de uma manobra avaliada em 8,6, na briga, somando 20,7 no total e ultrapassando Covell, que não pontuou. Depois, foi a vez de Nishiya somar 8,8 para assumir a segunda posição, com 22,3. Rayssa, contudo, estava em outra rotação e tirou um 8,5 dos jurados para somar 31,9 e disparar na liderança, emocionada por ter acertado a manobra.

Rayssa não conseguiu concluir sua tentativa na quarta rodada e zerou, mas a nota foi descartada, já que contam apenas quatro para a pontuação final. A vantagem construída anteriormente deixou ela bastante tranquila, cinco pontos à frente de Heyn, então segunda colocada e que acabou ultrapassada por Nishiya. Na rodada final, ninguém conseguiu superar Rayssa, que deu a última manobra como campeã.

Assine o Correio do Estado.

Caiu ...

Rodrigo Cascca entrega o cargo e não é mais técnico do Costa Rica

Insatisfações do elenco sobre cobranças do técnico resultaram na saída do comandante na manhã de hoje.

23/02/2024 14h44

Divulgação/

Continue Lendo...

Rodrigo Cascca não é mais o técnico do Costa Rica. O clube divulgou uma nota em suas redes sociais na tarde de hoje (23), após o técnico e sua comissão técnica se reunirem com a diretoria do CREC.  

Conforme a nota publicada, a decisão foi tomada "em comum acordo, após pedido do próprio comandante".

A diretoria do Costa Rica deve definir ainda hoje, quem comandará a equipe contra a Portuguesa, neste sábado (24), às 16h, no Estádio Sotero Zarate, em Sidrolândia.

Conforme informações apuradas pela reportagem do Correio do Estado, o clima no elenco não era dos melhores. Havia informações de discussões e jogadores insatisfeitos pelas cobranças de Cascca ao grupo. O clima ficou ainda pior, após a derrota contra o Operário, por 2 a 0, no Estádio Jacques da Luz em Campo Grande.  

Divulgação/ 


Técnico chegou no início de 2024 

A contratação de Rodrigo Cascca foi anunciada em outubro do ano passado, após saída de Alexandre Finazzi.  Em Mato Grosso do Sul, Cascca venceu o Estadual pelo Águia Negra em 2019 e 2020.  Já pela série B, conquistou o título pelo Naviraí. 

Ainda hoje, a diretoria deve decidir quem comandará a equipe no jogo de amanhã (24), contra a Portuguesa, no Estádio Sotero Zarate, em Sidrolândia.  O auxiliar técnico, Marcos Tiquinho e o diretor de futebol, Sandrinho são os nomes mais cotados.  


Campeonato Sul-Mato-Grossense de 2024 

No Campeonato Sul-Mato-Grossense, o Costa Rica está na segunda colocação do grupo A, com 9 pontos. Em cinco jogos, a Cobra do Norte tem três vitórias e duas derrotas.  

Copa do Brasil

Operário abre venda de ingressos para o jogo da Copa do Brasil

A partida está marcada para a próxima quarta-feira, no estádio Jacques da Luz em Campo Grande

23/02/2024 13h40

Jhonny comemorando sobre o Operário (PR), na Copa do Brasil no ano passado. Foto: Reprodução

Continue Lendo...

Após a eliminação do Costa Rica, diante do América-RN, na Copa do Brasil, o Operário é o único representante de Mato Grosso do Sul na competição.  O Galo estreia na próxima quarta-feira (28), contra o Operário Ferroviário-PR, no Estádio Jacques da Luz em Campo Grande.  

O local da partida foi interditado para melhorias do gramado.  

Conforme informações do clube, os preços do ingresso para acompanhar a partida mais importante do Operário, nesta temporada custará entre R$30 (inteira) e R$15 (meia), sendo que meia-entrada é necessário apresentar os documentos necessários e, crianças menores de 10 anos não pagam. 

Acompanhe abaixo os pontos de venda em Campo Grande. 


Clube Ypê: Rua Dr. Eduardo Olímpio Machado, 300, Coronel Antonino
Padaria Toscano: Avenida Coronel Antonino, 619, Coronel Antonino
Lojas Gazin: Rua Barão do Rio Branco, 1239, centro I Rua Baureri, 939, Moreninha 2
Paul Gráfica: Avenida Marechal Deodoro, 3495, Aero Rancho

Para avançar na segunda fase da competição, o Operário precisa vencer o xará paranaense. 

No ano passado, o Operário venceu o Operário Ferroviário-PR por 1 a 0, e avançou na segunda fase da competição. 

 

Assine o Correio do Estado.   

 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).