Esportes

SAUDADE IMPERIAL

A+ A-

Último gol de Adriano completa um ano

Último gol de Adriano completa um ano

Continue lendo...

O império ruiu. Há exatamente um ano, Adriano marcava seu último gol em partidas oficiais, na despedida do Flamengo da Taça Libertadores, e iniciava o período mais difícil de toda a carreira. Disputar a segunda Copa do Mundo e recomeçar a vida na Europa jogando pelo Roma não passariam de sonhos. Não bastassem os problemas fora de campo e o pouco sucesso na Itália, o atacante começou seu calvário contra lesões que o tirariam de combate até o mês de setembro. É o Imperador com saudade do gol.

No dia 20 de maio de 2010, Adriano deu, aos 32 minutos do segundo tempo, a vitória ao Rubro-Negro contra o Universidad de Chile, pelas quartas de final da Libertadores. O triunfo por 2 a 1 de nada serviu (assista ao vídeo dos gols). Os chilenos haviam vencido o primeiro confronto por 3 a 2, no Maracanã, e avançaram à fase seguinte por terem feito mais gols na casa do adversário.

Adriano já tinha decidido voltar à Europa para tentar reconstruir a carreira internacional. Desta vez, em baixa. Apesar de ter sido decisivo para o Flamengo conquistar o Campeonato Brasileiro de 2009, o jogador ficou fora da lista de Dunga para a Copa do Mundo. Antes de encarar o Corinthians, pelas oitavas da Libertadores, o atacante faltou a um treino sem qualquer explicação. No mesmo dia, o auxiliar Jorginho decidiu visitar o clube. Era o que faltava para o nome dele não estar na relação de convocados a viajar à África do Sul.

Apresentado como uma estrela pelo Roma, em 9 de junho, Adriano ficou longe de recuperar o prestígio internacional que lhe rendeu o apelido de Imperador. O comportamento, grande preocupação do clube italiano, mudou. O atacante trocou as polêmicas e a agitação noturna, como acontecia no Internazionale, por uma vida mais pacata. Ele só não esperava por uma maré de azar e pelo desprezo do técnico Cláudio Ranieri.

A sequência de lesões começou logo na pré-temporada. Em agosto, pouco antes da estreia no Campeonato Italiano, Adriano sofreu um problema muscular na coxa direita durante um treinamento. A estreia, entrando no segundo tempo, aconteceu em 21 de agosto, na derrota por 3 a 1 para o Inter, pela decisão da Supercopa da Itália.

O retorno aos gramados não foi nada animador. Fora de forma, Adriano não conseguia render o esperado e não contou com a simpatia do treinador. Por isso, ficou várias vezes sem sequer ser relacionado. Para complicar ainda mais, no fim de setembro, teve uma torção no tornozelo esquerdo, precisando de mais 15 dias para se recuperar.

Atento à dificuldade, o Corinthians iniciou no fim do ano o “namoro” com o Imperador. O jogador se mostrou interessado em atuar pelo Timão depois que foi convidado pelo amigo Ronaldo, já planejando a aposentadoria. Atacante e Alvinegro chegaram a um acordo financeiro, mas o Roma decidiu não liberá-lo. Gilmar Rinaldi, agente do atleta, era contra o retorno ao Brasil por entender que o camisa 9 não teria mais oportunidades na Europa se optasse pela saída.

Adriano ganhou um motivo a mais para deixar a Itália no dia 19 de janeiro, quando lesionou o ombro direito em duelo contra a Lazio. Ele retornou ao Brasil e irritou os dirigentes ao aparecer bebendo cerveja em um restaurante do Rio de Janeiro. Em seguida, se atrasou para voltar à Europa e dar continuidade ao tratamento. No dia 8 de março, os italianos anunciaram a rescisão de contrato. Chegava ao fim uma breve história: oito jogos e nenhum gol em partidas oficiais (confira a tabela acima) – fez apenas um em amistoso contra um combinado da região de Riscone Brunico, vencido por 13 a 0.

O desemprego durou pouco. Em 25 de março, Adriano foi anunciado como reforço do Corinthians com a esperança de atuar já em maio, na abertura do Campeonato Brasileiro, contra o Grêmio. Mas, em 19 de abril, o atacante rompeu o tendão do pé esquerdo ao fazer um treino de saltos, no CT Joaquim Grava, tendo que passar por uma nova intervenção.

Adriano vem se empenhando na recuperação. Até o momento, não cometeu deslizes e cumpre à risca todo o plano elaborado pelo Timão. A saudade ele mata acompanhando treinos do elenco corintiano. Como ainda não pode caminhar sem proteção, é levado para o banco de reservas do centro de treinamentos por um carrinho de golfe. Com previsão de até cinco meses para retonar aos campos, o Imperador ainda ficará mais tempo sem poder fazer o que mais gosta: gols!

- Para um atacante é muito ruim ficar todo esse tempo sem marcar. Até porque sou acostumado a fazer gols. Mas tive algumas contusões e fiquei fora de algumas partidas. Quando um atacante não balança a rede não é bom para o ego – declarou o Imperador, quando chegou ao Corinthians.

LUTA

Delegação de MS levará 8 atletas para a disputa do Grand Slam de Taekwondo

Competição dá vaga para seleção brasileira da modalidade ao campeão de cada categoria

03/03/2024 17h20

A atleta Yasmin Santos foi uma das medalhistas de MS na Copa do Brasil Embaixador da Coreia disputada em 2023 Foto: Divulgação / Confederação Brasileira de Taekwondo - CBTFD

Continue Lendo...

O Grand Slam de Taekwondo deste ano terá 8 atletas da delegação do Mato Grosso do Sul na disputa pela vaga há seleção brasileira da modalidade.

A competição que acontece de 6 a 10 de março, na cidade do Rio de Janeiro, na Arena Carioca 1, conta com a participação dos melhores atletas do país em busca do lugar mais alto do pódio e a consagração de Atleta Titular da Seleção Brasilera de Taekwondo, nas categorias de Kyorugui (luta) e Poomsae (formas) para o ano de 2024.

Entre os destaques do Mato Grosso do Sul estão os atletas Jheferson Glaciel, de Sonora, e Yasmin Santos, de Campo Grande e Luiz Felipe Aquino de Campo Grande.

Jheferson Glaciel foi o único dos 31 atletas de Mato Grosso do Sul, que representaram o Estado na Copa do Brasil Embaixador da Coreia em 2023, que conquistou a medalha de ouro em sua categoria. Yasmin Santos terminou a competição com a prata.

Já o Luiz Felipe Aquino, foi medalhista de ouro na categoria -58kg do US Open de Taekwondo, realizado nos Estados Unidos, no ano passado.

Sob análise da Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD), o atleta de MS participou do Canada e US Open, que junto ao Camping Olímpico da Seleção Brasileira no Rio de Janeiro, são competição que servem de base e observação para definir quais serão os atletas aptos a lutarem no Pré-Olímpico em busca da vaga para o Brasil nas Olímpiadas de Paris 2024.

Segundo o Presidente Federação de Taekwondo de Mato Grosso do Sul (FTKDMS), Fabio Costa, a expectativa para a competição é que os atletas do Estado consigam buscar uma vaga para representar o país na seleção brasileira.

“Esperamos ótimos desempenhos destes atletas, pois temos conquistado grandes resultados nos últimos anos, principalmente neste ano, onde o pessoal tem se dedicado bastante para entrar na Seleção Brasileira de Taekwondo”, disse Fábio Costa.

Além dos atletas destacados, o Mato Grosso do Sul será representado no Grand Slam pelo: Kaiky Gabriel Caetano dos Santos, na categoria adulto masculino até 63 kg; Lucas Vieira Kanashiro, categoria juvenil masculino até 45 kg; Matheus Gomide de Almeida, categoria cadete masculino; Thays Henrique de Souza da categoria cadete feminino, até 1.68 cm (Kyorugui) e da  Poomsae Individual e por Equipe e Geovana Gabrielly de Jesus Carvalho da categoria cadete feminino até 1.52 cm.

Ao todo, a delegação viajará com 11 integrantes onde, 10 deles, são apoiados pela Secretaria de Estado de Turismo, Esporte e Cidadania SETESC,  Fundação do Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (FUNDESPORTE) e pela Federação de Taekwondo de Mato Grosso do Sul ( FTKDMS).

Esportes

Brasil goleia Argentina e avança às semifinais da Copa Ouro: 5 a 1

Seleção aguarda por México ou Paraguai na próxima fase

03/03/2024 13h30

Leandro Lopes/CBF

Continue Lendo...

A seleção brasileira feminina de futebol não deixou dúvidas sobre quem era melhor e atropelou a Argentina por 5 a 1, na madrugada deste domingo (3), pelas quartas de final da Copa Ouro, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Bia Zaneratto (2), Yaya, Yasmin e Gabi Nunes marcaram para o Brasil. Celeste dos Santos descontou para as argentinas. Com o resultado, o Brasil espera por México ou Paraguai nas semifinais. As duas seleções se enfrentam às 19h deste domingo.

Depois de um breve período de inconstância no começo da partida, o Brasil abriu a porteira da goleada aos 18 minutos. Bia Zaneratto cruzou da esquerda e Yaya cabeceou no contrapé da goleira para marcar. Foi o primeiro gol da jogadora pela seleção brasileira principal. Após o jogo, ela classificou o gol como “uma sensação única, um momento muito maravilhoso".

Aos 35, Yasmin pegou sobra de fora da área para ampliar.

Na segunda etapa, o Brasil fez mais dois gols, com Bia Zaneratto marcando no próprio rebote em uma jogada dentro da área e depois com Gabi Nunes recebendo cruzamento da direita e finalizando livre de marcação, de cabeça.

A Argentina diminuiu com um belo gol de Dos Santos encobrindo a goleira Luciana, mas nos acréscimos Bia Zaneratto, com um chute forte da entrada da área, marcou o segundo dela e deu números finais à partida.

Até agora, a seleção comandada por Arthur Elias tem quatro vitórias em quatro jogos na competição, com 12 gols marcados. O gol sofrido contra a Argentina foi o primeiro e único até agora na campanha. O próximo compromisso da seleção está marcado para a madrugada de quinta-feira (7), em San Diego.

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).