Esportes

COPA DO BRASIL

Vasco bate Avaí e volta à final após 5 anos

Vasco bate Avaí e volta à final após 5 anos

Continue lendo...

Cinco anos depois de ser derrotado pelo Flamengo e terminar com o vice-campeonato da Copa do Brasil, o Vasco volta a brigar efetivamente pelo título da competição. Eliminado na semifinal em 2008 e 2009, a equipe superou esta crucial fase com vitória por 2 a 0 sobre o Avaí na noite desta quarta-feira, na Ressacada, em Florianópolis, se garantindo como finalista da edição 2011 e candidato à disputa da Copa Libertadores 2012.

O adversário da final será o Coritiba, grande destaque brasileiro no primeiro semestre e que eliminou o Ceará na outra semifinal, nesta quarta-feira. O primeiro jogo será disputado na próxima quarta-feira, com mando de campo a ser definido por sorteio na CBF. Ambos os times nunca conseguiram um título de Copa do Brasil. O Vasco não ergue uma taça de primeira divisão desde 2003, quando foi campeão carioca - em 2009, conquistou a Série B do Brasileiro.

O time manteve sua característica de jogar melhor fora de casa na Copa do Brasil. Em São Januário, na última quarta-feira, arrancou empate por 1 a 1 nos acréscimos, com gol de pênalti. Desta vez, a vantagem do empate sem gols era do Avaí. Mas o time se impôs, dominou, e venceu com um gol contra de Revson em cruzamento de Felipe e outro de Diego Souza, aproveitando contra-ataque.

O jogo

Apesar de ter à disposição o atacante Rafael Coelho, que conseguiu efeito suspensivo após suspensão por briga durante confronto com o Botafogo, o técnico Silas manteve o Avaí com uma escalação conservadora. O atacante foi para o banco de reservas e, apesar do meio-campo reforçado, o time catarinense não se encontrou em campo. O Vasco dominou amplamente o primeiro tempo.

O time carioca iniciou a partida pressionando e, aos 4min, conseguiu uma falta perto da área, pelo lado direito. Felipe cobrou, mandou a bola pelo alto e contou com infeliz desvio de Revson. Nas quartas de final, o defensor já havia marcado contra a própria meta contra o São Paulo, decretando a derrota no jogo de ida. Desta vez, tocou pelo alto e tirou Renan do lance, abrindo o placar para o Vasco.

O que se seguiu foi um verdadeiro bombardeio cruzmaltino, com boas chances em finalizações de Allan, Éder Luís duas vezes e Felipe, todas da intermediária. Além disso, quase marcou aos 15min, quando Éder Luís recebeu lançamento pela direita e cruzou rasteiro. Alecsandro se adiantou à zaga, mas bateu para fora, aumentando a irritação da torcida catarinense na Ressacada.

Aos 22min, Allan recebeu na área e bateu cruzado, mas Renan fez bela defesa. Diego Souza dividiu no rebote e reclamou de pênalti, mas o árbitro mandou seguir. O Avaí demorou para chegar e, aos 18min, assustou em chute de Julinho, defendido por Fernando Prass. Com toque de bola envolvente, o Vasco chegou ao segundo gol aos 34min, acabando com a paciência dos torcedores do Avaí.

Em bom contra-ataque, Alecsandro carregou a bola no meio, entre Diego Souza e Éder Luís, cercado por apenas dois zagueiros do Avaí. Esperou o momento certo e tocou na esquerda para Diego, que deu um leve toque na saída de Renan para ampliar o placar. A essa altura, Silas já havia colocado Rafael Coelho no lugar de Acleisson, sem qualquer efeito prático em campo.

O prejuízo poderia ter sido menor se Julinho, autor do gol do Avaí no duelo de ida, tivesse concluído jogada pela esquerda, aos 36min: recebeu passe de Marquinhos Santos e tocou rasteiro por baixo de Fernando Prass. A bola bateu na trave e ficou com a zaga vascaína. Ao final do primeiro tempo, o elenco do Avaí deixou o gramado sob vaias e precisando de três gols para se classificar.

Na segunda etapa, o Vasco mudou ligeiramente a postura: mais comedido, esperou o Avaí avançar, o que não aconteceu. A falta de iniciativa do time anfitrião deixou os vascaínos mais tranquilos. Aos 14min, Ramon arriscou de fora da área e quase fez o terceiro: Renan falhou e a bola tocou na trave. Aos 22min, a torcida carioca já gritava "olé" sem ouvir qualquer resistência dos torcedores do Avaí.

Os presentes na Ressacada começaram a deixar o estádio aos 30min, pouco depois de Marquinhos Santos assustar com perigoso chute de fora da área, mandando a bola rente à trave direita de Fernando Prass. Com calma e categoria, os vascaínos faziam jogadas de efeito no ataque, tentando manter a bola próxima à defesa do time catarinense. A equipe ainda chegou a balançar as redes de novo.

Aos 39min, Diego Souza aplicou bonito lençol na intermediária e passou para Bernardo, que bateu com força. A bola desviou na zaga e sobrou para Alecsandro completar para as redes, mas o assistente anotou posição irregular do jogador. Nos minutos finais, o time manteve o Avaí longe do gol, já evitando problemas de olho na grande decisão. O time anfitrião, por sua vez, era muito xingado pelos torcedores restantes.

RECUPERAÇÃO

Na estreia do novo técnico, Costa Rica conquista sua primeira vitória na Série D

Contra o Pouso Alegre (MG), a equipe sul-mato-grossense finalmente desencantou e se recupera no grupo 7 do campeonato nacional

20/05/2024 12h00

Elenco do Costa Rica comemorando o gol marcado neste domingo (19)

Elenco do Costa Rica comemorando o gol marcado neste domingo (19) Foto: Reprodução / YouTube

Continue Lendo...

O Costa Rica venceu o Pouso Alegre (MG) pelo placar de 1x0, neste domingo (19), no Estádio Laertão, pela 4ª rodada da Série D do Campeonato Brasileiro. O único gol da partida foi marcado por Felipe Micael, centro-avante da equipe sul-mato-grossense, aos 2min do 2° tempo.

Após três jogos sem vitória e nenhum gol marcado na quarta divisão, o Costa Rica desencantou e conquistou a primeira vitória na competição. Autor do gol, Felipe Micael faz parte do pacote de reforços da equipe para a disputa da Série D.

Com o resultado positivo, a equipe agora soma 4 pontos em quatro jogos disputados, ocupando a quinta colocação do grupo 7, atrás da Inter de Limeira-SP (10 pts), Maringá-PR (9 pts), Água Santa-SP (7 pts) e Pouso Alegre (6 pts). Apenas os quatro primeiros de cada grupo se classificam para a próxima fase.

A partida também marcou a estreia de Alan George no comando técnico da equipe. Ele foi anunciado no último dia 14, horas depois da divulgação da demissão do antigo treinador Gian Rodrigues, após acumular resultados negativos no estadual e início complicado na Série D.

O Costa Rica retorna à campo no próximo sábado (25), para enfrentar o Patrocinense (MG), última colocada do grupo, no Estádio Pedro Alves do Nascimento, às 16h (horário local). 

ASSINE O CORREIO DO ESTADO

CONVOCAÇÃO

De origem Terena, campo-grandense Ederson chega à seleção brasileira

No Brasil, o volante teve passagens por Cruzeiro, Corinthians e Fortaleza; agora na Atalanta (Itália), joga a final da Europa League nesta quarta-feira (22), contra o Bayer Leverkusen, às 15h

20/05/2024 10h15

Campo-grandense Éderson em ação pelas cores da Atalanta (Itália)

Campo-grandense Éderson em ação pelas cores da Atalanta (Itália) Foto: Reprodução

Continue Lendo...

Natural de Campo Grande e de origem Terena, o volante Éderson foi convocado para a seleção brasileira para a disputa da Copa América, em junho.

Éderson e sua mãe em um casamento - Foto: ReproduçãoÉderson e sua mãe em um casamento - Foto: Reprodução

Sua avó e mãe são de origem indígena, inclusive com vários familiares morando na Aldeia Bananal, em Aquidauana. Inclusive, o jogador tem uma tatuagem em homenagem à sua ascendência terena.

No braço direito ele traz tatuada a data de nascimento da avó materna, apontada por ele como uma de suas inspirações e que inclusive fala a língua dos terenas.

Hoje na Atalanta (Itália), Éderson soma 7 gols e uma assistência em 51 jogos na temporada. No campeonato italiano, sua equipe ficou em quinto lugar, conquistando uma vaga na Champions League 24/25.

Nesta quarta-feira (22), a Atalanta enfrenta o Bayer Leverkusen (Alemanha), pela final da Europa League, a segunda competição europeia mais importante da temporada. O jogo será em Dublin, na Irlanda, às 15h (horário de MS).

Inicialmente, a lista de convocados para o torneio continental tinha 23 jogadores, mas com a aprovação da Conmebol para chamar mais três. Então, Dorival Júnior, treinador do Brasil, incluiu o volante campo-grandense como uma das opções para o meio-campo.

"Todos os atletas, independente do momento das convocações, chegam em igualdade de condições para disputar e brigar por uma posição dentro da equipe titular", afirmou Dorival Júnior.

Éderson nunca havia sido convocado para a seleção brasileira profissional, mas já atuou em uma partida do sub-20, quando entrou em um amistoso contra o Chile, em outubro de 2018.

A Copa América deste ano será nos Estados Unidos, do dia 20 de junho a 14 de julho. O Brasil está no grupo D, composto por Colômbia, Paraguai e Costa Rica. A seleção brasileira é uma das favoritas ao título continental.

Trajetória

Aos 13 anos, Éderson começou a ser construído como jogador na escolinha de futebol do bairro Tiradentes, na região leste de Campo Grande. Pouco tempo depois, foi levado para o clube Desportivo Brasil (SP), para então seguir a sua carreira profissional.

Em julho de 2019, o Cruzeiro (MG) se interessou pelo jogador e pagou cerca de R$ 1,6 milhão pelo futebol do volante. Em apenas sete meses no clube mineiro, Éderson se transferiu para o Corinthians (SP) a custo zero. 

No clube alvinegro, atuou em 25 jogos e marcou 3 gols, fazendo parte do elenco vice-campeão do Campeonato Paulista em 2020. Em março de 2021, foi emprestado ao Fortaleza (CE), sendo um dos destaques do Campeonato Brasileiro naquele ano.

Em janeiro do ano seguinte, por necessidade financeira, o Corinthians deu fim ao empréstimo e acertou a venda do atleta ao Salernitana (Itália) por 6,5 milhões de euros. 

No clube italiano, se destacou rapidamente e em menos de seis meses no clube, despertou o interesse da Atalanta, também da Itália, que pagou cerca de 22,9 milhões de euros pelo jogador. Até então, ainda veste as cores da equipe azul e preta.

Segundo o jornal espanhol Mundo Deportivo, clubes gigantes como Barcelona (Espanha), Liverpool (Inglaterra), Manchester United (Inglaterra) e Milan (Itália) apresentaram interesse em contar com o futebol do volante campo-grandense para a próxima temporada. 

De acordo com o Transfermarkt, site especializado em mercado de transferências, Éderson vale 30 milhões de euros (aproximadamente 167 milhões de reais na cotação atual). Mas, provavelmente, a Atalanta deve fazer jogo duro para liberar o atleta.

ASSINE O CORREIO DO ESTADO
 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).