Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FUTEBOL

Vasco e Botafogo fazem clássico carioca na Quarta Fase da Copa do Brasil

CBF fez sorteio dos confrontos que ocorrerão entre 23 a 30 de setembro
01/09/2020 12:34 - Agência Brasil


O clássico carioca Botafogo e Vasco é o destaque da Quarta Fase da Copa do Brasil. A definição saiu por meio de sorteio realizado na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), nesta terça-feira (1° de setembro), na Barra da Tijuca, zona Oeste do Rio de Janeiro. 

Os Alvinegros serão os mandantes no primeiro jogo, e, consequentemente, os Cruzmaltinos terão a mesma condição no confronto de volta. 

As cinco partidas Quarta Fase serão disputadas nas semanas do dia 23 e 30 deste mês. As datas, horários e o estádios serão confirmados futuramente.

Já Fluminense e Atlético-GO farão o outro confronto envolvendo equipes da Série A. O Dragão decidirá em casa a vaga para a próxima fase. 

O atual campeão da Copa do Nordeste, o Ceará, também jogará sob os seus domínios a segunda partida contra o Brusque-SC, que é finalista do Campeonato Catarinense.

Em outras duas partidas teremos o enfrentamento de times que disputam a Série B. A Ponte Preta encara o América-MG, enquanto o CRB duela com o Juventude. 

O Coelho e o Galo da Pajuçara terão a oportunidade de decidir em casa.

Os cinco clubes vencedores desta Quarta Fase avançam às oitavas de final e se juntam aos clubes previamente classificados, que é o caso dos campeões do ano passado da Copa do Nordeste, da Série B do Brasileirão e da Copa Verde, além das oito equipes que ingressaram na Libertadores deste ano.

Além do lado esportivo, o financeiro é um outro atrativo para os clubes. Cada equipe que avançar vai embolsar R$ 2,6 milhões de premiação.

 
 

Felpuda


A lista do Tribunal de Contas de MS, com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros de quando exerceram cargos públicos, está deixando muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!