Mato Grosso do Sul

TEMPO

A+ A-

Campo Grande teve o março mais seco da história

Chuvas ficaram 91% abaixo da média e temperaturas foram elevadas

Continue lendo...

O mês de março em Campo Grande foi marcado, novamente, por chuva muito abaixo da média e com temperaturas significativamente elevadas.

De acordo com balanço divulgado pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a precipitação acumulada durante o mês foi de apenas 13,6 mm, uma defasagem de 136 mm em relação à média climatológica esperada para o período, que é de 149,6 mm. As chuvas ficaram 91% abaixo do esperado para o mês.

O Inmet destaca a irregularidade na distribuição das chuvas em diferentes áreas da cidade, todas apresentando índices abaixo da média. 

Este foi o menor registro de chuva para o mês de março desde que os dados começaram a ser registrados em 1961, superando o recorde anterior de 2004, que era de 57,9 mm.

Ao longo do mês, apenas cinco dias registraram chuvas de 1 mm ou mais, seis dias a menos do que o esperado para o período.

O maior volume de chuva em 24 horas foi de apenas 3,0 mm, ocorrido na manhã do dia 30. Desde junho do ano anterior, as chuvas mensais têm oscilado entre a média e abaixo dela, resultando em um déficit pluviométrico que ultrapassa os 500 mm nos últimos nove meses.

Temperaturas

As temperaturas máximas em março atingiram uma média de 33,1°C, uma elevação considerável de 2,5°C em relação à média climatológica de 30,6°C para o período.

Este índice é o segundo maior registrado para o mês, ficando atrás apenas dos 33,8 °C de média observados em 2012.

A temperatura mais alta do mês foi de 36,2°C, registrada nos dias 12 e 19, com apenas dois dias em que as máximas ficaram abaixo dos 30°C.

Quanto às temperaturas mínimas, a média mensal foi de 22,9°C, um desvio de 2,1°C acima da média climatológica de 20,8°C. O menor registro foi de 20,6°C no dia 22, o que representa o segundo menor registro para o mês, perdendo apenas para os 21,3°C de 2022.                    

Em termos de variação térmica diária, o dia 24 apresentou a menor amplitude, com apenas 5,4 °C entre a temperatura máxima e mínima, enquanto o dia dois registrou a maior variação, com 12,7°C. Quanto aos ventos, a maior rajada foi de 20,9 m/s (75 km/h), registrada na tarde do dia 21.

Previsão para a 1ª semana (01/04/2024 a 17/04/2024)

Região Centro-Oeste, durante a semana, a chuva deverá ter um pouco mais de regularidade em parte da região. Em Mato Grosso, o total de chuva poderá ultrapassar os 80,0 mm. Por outro lado, nos demais estados, a chuva deverá ser irregular, com total em torno de 40 mm.

Riscos Potenciais

Inmet publica aviso iniciando dia 03/04/2024. Chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 km/h). Baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

ASSINE O CORREIO DO ESTADO