Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

75 imigrantes africanos morrem em barco no Mediterrâneo

75 imigrantes africanos morrem em barco no Mediterrâneo
21/08/2009 16:42 -


     

        Cerca de 75 imigrantes africanos morreram no Mediterrâneo após ter acabado a comida e água do barco em que estavam, informou nesta sexta-feira a Organização das Nações Unidas (ONU), atribuindo a informação aos únicos cinco sobreviventes do que classificou como uma "tragédia chocante". Os imigrantes, principalmente eritreus, embarcaram há três semanas em um pequeno barco em Trípoli, na Líbia, para atravessar o mar. O combustível acabou após três dias, e muitas embarcações passaram por eles sem oferecer ajuda, disse a jornalistas o Alto Comissariado da ONU para Refugiados. Funcionários da alfândega italiana encontraram o barco na quinta-feira. Um navio de pesca chegou a oferecer pão e água, mas depois se afastou dos imigrantes, ele disse.

        Com informações do Estadão
        

Felpuda


Apressadas que só, figurinhas tentaram se “apoderar” do protagonismo de decisão administrativa. Não ficaram sequer vermelhas quando se assanharam todas para dizer que tinham sido responsáveis pela assinatura de documento que, aliás, era uma medida estabelecida desde 2019. Quem viu o agito da dupla não pode deixar de se lembrar daquele pássaro da espécie Molothrus bonarienses, mais conhecido como chupim, mesmo. Afe!