Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CONCILIAÇÃO

Audiência entre agentes de saúde e prefeitura é adiada na Capital

Audiência entre agentes de saúde e prefeitura é adiada na Capital
02/03/2011 09:08 - vivianne nunes


A audiência conciliatória entre representante da categoria de agentes de saúde em greve desde o dia 4 de janeiro e da prefeitura de Campo Grande no Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul, prevista para ocorrer na manhã de hoje, foi cancelada e terá nova data marcada ainda nesta tarde. A supensão do encontro ocorreu por conta do falecimento da conselheira do Tribunal de Contas do Estado, Celina Jallad, nesta segunda-feira (28) e o decreto de ponto facultativo na terça (01), o que teria forçado o desembargador responsável por conduzir a audiência, Fernando Mauro Moreira Marinho, a adiar compromissos pré-agendados. A informação foi repassado ao Portal Correio do Estado pelo assessor juridíco do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde, Gustavo Ferreira dos Santos.

Os agentes estão em greve há 57 dias. Eles tiveram o ponto funcional cortado pelo prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho e tiveram multa de R$ 25 mil decretada pela Justiça do Trabalho para cada dia de trabalho perdido.  A negociação salarial que reividicam somente será feita com a prefeitura depois que as pendências judiciais trabalhistas forem solucionadas.

Felpuda


Nos bastidores, há quem garanta que a única salvação, de quem está com a corda no pescoço, é ele aceitar ser candidato a vice-prefeito em chapa de novato no partido. Vale dizer que isso nunca teria passado por sua cabeça, uma vez que foi eleito com, digamos, “caminhão de votos”. Se aceitar a imposição, pisaria na tábua de salvação; se recusar, poderá perder o mandato. Ah, o poder!