Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ECONOMIA

Bandeirantes terá 1ª indústria de vestuário

Bandeirantes terá 1ª indústria de vestuário
16/03/2010 07:57 -


O município de Bandeirantes vai receber a primeira indústria de vestuário da cidade, que deve empregar até 100 funcionários. A Labhely Indústria e Comércio de Vestuário tem sua matriz em Santo Antônio do Sudoeste, no Paraná, onde a produção chega a 25 mil peças por mês. A empresa, especialista em calças sociais masculinas, existe há 18 anos e buscou a expansão para um Estado que oferecesse condições de desenvolvimento. “Queria muito vir para Mato Grosso do Sul por conta dos incentivos fiscais que o Estado oferece. Como houve o contato com o pessoal de Bandeirantes optamos por instalar a fábrica aqui”, contou o diretor-geral da empresa, Gilberto Santos. Para atender a demanda da empresa, a Faculdade de Tecnologia do Senai (Fatec- Senai) Campo Grande iniciou na segunda-feira, no município, o curso de costura industrial focado em tecido plano e calça social masculina. O trabalho, realizado em parceria com o Governo do Estado, Prefeitura de Bandeirantes e a nova indústria, vai qualificar 120 pessoas que serão distribuídas em seis turmas, duas em cada período. Serão 226 horas de treinamento em que os alunos vão aprender a confeccionar apenas calças sociais masculinas. O diretor da indústria disse ainda que após o término do curso, os alunos já serão efetivados e a produção deve começar. “Queremos atingir a meta de 12 peças por pessoas por dia e a intenção é chegar ao fim do ano com 100 funcionários”, declarou, acrescentando que as peças produzidas em Bandeirantes serão entregues às empresas C&A, Grupo Pão de Açúcar, Walmart e Pernambucanas.

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!