Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Bradesco é condenado em R$ 1 milhão por fazer funcionários transportarem dinheiro

Bradesco é condenado em R$ 1 milhão por fazer funcionários transportarem dinheiro
08/01/2014 06:00 - epocanegocios


O Bradesco terá de pagar R$ 1 milhão por escalar funcionários administrativos para a transportar valores, em vez de convocar profissionais legalmente habilitados para o serviço. Segundo o Ministério Público do Trabalho (MPT), a Justiça também obriga o banco a contratar policiais militares e profissionais afins, sob pena de multa de R$ 50 mil por trabalhador encontrado em situação irregular. A sentença foi dada pela 10ª Vara do Trabalho de Belém em ação civil pública ajuizada pelo MPT.

O Bradesco foi processado em maio de 2013, após o MPT comprovar a denúncia feita pelo Sindicato dos Empregados em Estabelecimento Bancários do Estado do Pará e Amapá. O sindicato apontava a morte de um policial militar e o ferimento de um empregado do banco, baleado de raspão, durante uma tentava de assalto no transporte de valores entre os municípios de Abaetetuba e Muaná (PA), em junho de 2011.

Outro caso registrado foi o de um gerente que, em fevereiro de 2013, foi interceptado na barreira da Polícia Federal enquanto transportava R$ 60 mil em uma pasta de plástico. O dinheiro iria de Benevides, no Pará, para Santa Bárbara, em Minas Gerais.

Com a sentença, o Bradesco também deverá divulgar a decisão, conforme pedido do MPT, em todos os seus quadros de aviso, inclusive nas agências, pelo prazo mínimo de um ano, sob pena de multa.

Felpuda


Partido político está vivendo processo de autofagia cá por essas bandas. Nada de ideologia ou defesa dos interesses dos filiados. O problema, segundo os mais observadores, é que lideranças não se contentaram em ter cada uma o seu pedaço e decidiram tomar conta com exclusividade do espólio, que, aliás, é regado com cifras milionárias. A legenda deverá se transformarem uma máquina de lavar, no caso, cheia de roupas sujas. E dê-lhe!