Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Campeonato Italiano entra na reta final com Inter, Milan e Roma na briga pelo título

Campeonato Italiano entra na reta final com Inter, Milan e Roma na briga pelo título
03/04/2010 23:56 -


ROMA, ITÁLIA

 A sete rodadas do fim, três equipes – Inter (63 pontos), Roma (62) e Milan (60) – seguem na luta pelo título do campeonato. Estes são os ingredientes de um final de temporada mais disputado que nunca na Itália.
Hoje, a partir das 9h (MS), a 32ª rodada oferece em tese uma vantagem à líder Inter, que recebe o Bolonha (15º), enquanto a Roma vai a Bari (10º) e o Milan enfrenta o Cagliari (12º) fora de casa.

Mas a Inter tem outros problemas. Último representante da Itália na Liga dos Campeões, foi o único time a jogar no meio de semana (1-0 sobre o CSKA Moscou), o que vai fazer a equipe disputar a rodada mais cansada.

Além disso, não contará com quatro titulares suspensos: os brasileiros Maicon e Lúcio, o argentino Javier Zanetti e o camaronês Samuel Eto’o, enquanto o holandês Wesley Sneijder, que sente dores no tornozelo, é dúvida.

O time não consegue encaixar uma série de vitórias, pois conquistou apenas cinco dos últimos 15 jogos disputados. “O campeonato não é uma luta de três, e sim uma luta de uma equipe (Inter) contra muitas outras coisas”, declarou o treinador José Mourinho em um chat na internet com os torcedores da Inter.
Já a Roma está em grande fase. Invicta há 21 partidas (15 vitórias e seis empates), está a apenas um ponto da Inter. No final de outubro, a diferença era de 14 pontos.

O Milan, que apesar das atuações irregulares ainda tem chances de lutar pelo título, não contará com Alessandro Nesta, David Beckham e Alexandre Pato contra o Cagliari. Nas últimas três rodadas, o time treinado por Leonardo perdeu um jogo e empatou dois.

Felpuda


Mesmo sem ter, até onde se sabe, combinado com o eleitor, candidato a prefeito começou a apresentar nomes do seu ainda hipotético secretariado, pois parece estar convicto de que conseguirá vencer a disputa.

Os adversários dizem por aí que ele está muito distante de “ser um Jair Bolsonaro”, que, ainda na campanha eleitoral para presidente da República, já falava em Paulo Guedes para ser seu ministro de Economia. Como sonhar é permitido