Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Cene repatria atacante do futebol africano

Cene repatria atacante do futebol africano
09/03/2010 08:53 -


O Cene segue reforçandose para a disputa do Campeonato Estadual. O atacante Willian Cajuru, que estava atuando no futebol da Líbia, fez sua estreia pelo clube neste fim de semana, na vitória por 3 a 0 sobre o Costa Rica. “É um jogador diferenciado, com a característica de atuar pelos lados do campo e de buscar sempre a presença dos companheiros na área. Além disso, é um excelente finalizador”, disse o técnico José Macena, responsável pela indicação do atleta. “Ele foi artilheiro na Líbia com 28 gols marcados no campeonato de 2008 e construiu uma grande história naquele país”, relatou o treinador, ao lembrar que Willian jogou no país africano pelas equipes do Tahad, onde foi campeão da Copa da Líbia e vice-campeão do campeonato Líbio de 2008, pelo Smouha- Egito e Al-Nasser. No Brasi l, segu ndo o treinador, o atleta iniciou a carreira no Comercial de Ribeirão Preto e passou por Marília, Osvaldo Cruz – onde conquistou o acesso para a Série A-2 do Campeonato Paulista de 2006 – e Monte Azul do interior paulista. Após dois anos jogando fora do país, Willian Cajuru lamentou não poder ficar mais tempo fora do Brasil, mas afirma que quer fazer história no clube sul-matogrossense. “Infelizmente tive que sair da Líbia, porque uma nova lei proibiu atletas estrangeiros de participar das competições nacionais. Mas agora estou no Cene e espero somar com os outros jogadores e ajudar o time na busca do título que será importante para a história do clube”, disse o jogador que na partida do último domingo teve apenas uma atuação discreta. (JP)

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!