Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Cirurgião opera de graça 6 vítimas de ataques com ácido no Paquistão

Cirurgião opera de graça 6 vítimas de ataques com ácido no Paquistão
29/01/2014 14:00 - TERRA


Um cirurgião que mora no Reino Unido gastou 50 mil libras (aproximadamente R$ 200 mil) do próprio bolso para operar seis mulheres paquistanesas que tiveram o rosto desfigurado após serem atacadas com ácido. Asim Shahmalak viajou a Karachi na semana passada, junto com uma equipe médica, e lá realizou as cirurgias em que reimplantou cabelos, sombrancelas e cílios nas vítimas. 

Entre as mulheres operadas pelo médico está Kanwal Ashar, 24 anos, atacada com ácido por um homem que a perseguiu depois que ela resistiu a suas investidas. Outra vítima atendida por Shahmalak foi Kanwal Qayum, 26 anos, atacada com ácido enquanto dormia por um amigo, enciumado porque ela começaria a trabalhar como aeromoça em um novo emprego.

O médico, um dos poucos no mundo que realiza esse tipo de cirurgia, decidiu ajudar as mulheres depois de uma visita a Karachi, sua cidade natal, há cerca de um ano. Na época, ele falou sobre o que o motivou: "Encontrar essas mulheres, foi de partir o coração. Suas vidas foram destruídas". Embora tenha levado sua equipe para realizar os atendimentos, o objetivo do médico é treinar profissinais locais para que possam dar continuidade ao tratamento.

Felpuda


Alguns pré-candidatos que estão de olho em uma cadeira de vereador vêm apostando apenas nas redes sociais, esperançosos na conquistados votos suficientes para se elegerem. A maioria pede apoio financeiro para continuar mantendo suas respectivas páginas, frisando que não aceita dinheiro público ou de político, fazendo com que alguns se lembrem daquela famosa marchinha de carnaval: “Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí...”. Como diria vovó: “Essa gente perdeu o rumo e o prumo”.