Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

AVENIDA MARECHAL DEODORO

Comerciante é baleado ao reagir a assalto e morre no hospital

Comerciante é baleado ao reagir a assalto e morre no hospital
07/01/2014 14:30 - Gabriel Maymone


Fábio Ueme, de 39 anos, morreu nesta tarde, no Hospital Regional, depois de ter sido baleado durante um assalto, por volta das 13h30min, no Depósito Dawa, de materiais de construção, na Avenida Marechal Deodoro, Coophavila, em Campo Grande.

Segundo testemunhas, a vítima teria pegado um facão para atacar um assaltante. Um motorista de ônibus, que teve o para-brisa do veiculo atingido por um tiro, disse que viu dois homens discutindo na calçada, quando um terceiro indíviduo se aproximou e efetuou os disparos.

Fábio foi socorrido por populares e encaminhado ao HR com tiros na costela. 

Ainda não há confirmação se os bandidos chegaram a roubar algum objeto do estabelecimento. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada na repressão de Furtos e Roubos (Derf).

Nenhum suspeito foi preso até o momento.

*Editada às 17h38min para acréscimo de informações.

Colaborou Álvaro Rezende.


Local onde homem foi baleado, na Avenida Marechal Deodoro

Felpuda


Partido político está vivendo processo de autofagia cá por essas bandas. Nada de ideologia ou defesa dos interesses dos filiados. O problema, segundo os mais observadores, é que lideranças não se contentaram em ter cada uma o seu pedaço e decidiram tomar conta com exclusividade do espólio, que, aliás, é regado com cifras milionárias. A legenda deverá se transformarem uma máquina de lavar, no caso, cheia de roupas sujas. E dê-lhe!