Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Confirmada a 5ª morte por dengue

Confirmada a 5ª morte por dengue
12/03/2010 08:18 -


A Secretaria Municipal de Saúde confirmou a quinta morte neste ano causada por dengue, em Campo Grande, com base em exame laboratorial, outros três óbitos estão sob investigação. O boletim epidemiológico divulgado ontem mostra que já são 21.662 pacientes com sintomas da doença que atingiu grau de incidência de epidemia. Em uma semana, foram mais 3.316 notificações, média diária de 473 novos casos. A doença também avança no interior. Dourados pode ter registrado a quinta morte por dengue neste ano. Este último caso aconteceu na madrugada de ontem no Hospital da Cassems e a vítima é Jaqueline Sá Carvalho, de 14 anos. Ela era estudante do 1º ano do ensino médio na Escola Estadual José Antonio Capilé. O caso ainda está em investigação, mas o atestado de óbito cita a dengue hemorrágica como causa da morte. Outro caso que também está em investigação é o de uma senhora de 84 anos, moradora na Vila Seac, periferia de Dourados. Ela foi internada com quadro de pneumonia e problemas na vesícula, mas a situação agravou-se e no mês passado ela faleceu. O atestado de óbito também aponta complicações provocadas pela dengue, a exemplo de outros três óbitos confirmados pelo Lacen. A responsável pelo setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Elisa Hidalgo, disse que uma equipe da Secretaria esteve no hospital verificando todo o prontuário médico da garota, com os resultados dos exames já realizados e ontem mesmo providenciou um relatório que será encaminhado ao Laboratório Central com as amostras do material colhido da paciente. Em Dourados, já foram notificados 1.500 pacientes com sintomas da dengue, e 900 confirmados.

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!