Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

BONITO

'Construções verdes' na Conferência de Turismo

'Construções verdes' na Conferência de Turismo
25/02/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


Entre os dias 26 e 30 de abril, será realizada em Bonito-MS a oitava edição da Conferência de Ecoturismo e Turismo Sustentável 2014 (ESTC14 - Ecotourism and Sustainable Turism Conferece). O evento vai reunir os principais representantes do segmento de ecoturismo do mundo, entre eles o arquiteto Hitesh Mehta (foto), especialista em pousadas sustentáveis, autor do livro "Authentic ecolodges". 

Durante dois anos e meio, ele passou por 46 países, em seis continentes, onde avaliou as hospedagens diferenciadas e sustentáveis. No livro, ele classifica ecolodges como "meio de hospedagem que se integra de forma harmoniosa no seu ambiente natural e cultural, que oferece experiências memoráveis enquanto protege o meio ambiente e beneficia a comunidade local".

Com o "Workshop de Planejamento e Design de um Autêntico Ecolodge", Hitesh Mehta vai explicar como projetar uma pousada ecológica, com ênfase na criação de percepção local do visitante, preservando o meio ambiente e a cultura. Ele também vai mostrar exemplos de pousadas ecológicas no Brasil, que têm feito sucesso.

O arquiteto ministrará palestra na conferência no dia 26 de abril (sábado), a partir das 8h. 

Sobre Hitesh Mehta

O arquiteto e paisagista Hitesh Mehta nasceu no Quênia, mas vive nos Estados Unidos.  pioneiro no planejamento de pousadas ecológicas, com mais de 26 anos de experiência. Ele também é professor e autor de três livros, entre eles o famoso "Authentic Ecolodges", considerado a bíblia sobre pousadas ecológicas.

Além do workshop, haverá um espaço para perguntas e troca de informações com o arquiteto.

As inscrições para a conferência já estão abertas e as vagas são limitadas. Mais informações sobre o evento pelo site www.ecotourismconference.org . 

Felpuda


Comentários ouvidos pela “rádio peão”, em ondas curtas, são de que figurinha só ganharia apoio dos colegas caso pessoa agregada fosse “curtir a aposentadoria” de uma vez por todas. Como seu acordo político acabou naufragando nesta campanha, agora dito-cujo estaria querendo recuar e não ceder o lugar. 

Isso até poderia acontecer, se não fosse a sua, digamos, eminência parda. Afe!