Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Corinthians faz 4 no Santos e continua líder

Corinthians faz 4 no Santos e continua líder
31/05/2010 08:20 -


São Paulo

Mistério e polêmica cercavam o clássico de ontem no Pacaembu. Com a bola rolando, o Corinthians levou a melhor sobre o Santos, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Jorge Henrique, Bruno César, Ralf e Paulinho construíram o 4 a 2. André e Marcel marcaram para o time visitante.
Com o resultado, o Corinthians mantém a liderança da competição, com 13 pontos. O time da Vila Belmiro soma 8.

Com um minuto de partida, o recém-contratado Bruno César chutou da entrada da área, o goleiro Felipe deu rebote nos pés de Jorge Henrique, que só teve o trabalho de empurrar para as redes. Na comemoração, a imitação das tão tradicionais dancinhas dos Meninos da Vila.
Mas o Santos não se abateu com o gol sofrido logo na saída de bola. Com Paulo Henrique Ganso na armação, teve tempo para equilibrar a partida. André e Marquinhos perderam pelo menos duas chances cada um. Wesley também teve a chance de empatar.

Na etapa complementar, os gols marcados mantiveram o clima da partida quente. Aos sete minutos, Marquinhos lançou André, que chutou cruzado para empatar. Foi o terceiro gol dele na competição.
Os santistas ainda faziam sua coreografia quando a bola atravessou toda a defesa e caiu nos pés de Bruno César, que não perdoou.  Além de evitar a reação, o Corinthians ainda ampliou. Enquanto Dorival Júnior se perdia nas substituições, o time mandante tomava conta do jogo. Aos 21, Ralf se livrou com facilidade do zagueiro e, da entrada da área, chutou cruzado para marcar.

Mas o jogo da primeira fase do Estadual ainda estava engasgado para os jogadores corintianos. O time seguiu atacando, não contente com o placar. Outro recém-contratado, Paulinho, ex-Bragantino, cabeceou sozinho para fechar a conta em 4 a 2 para o Timão.

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!