Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Corinthians vence clássico de sete gols

Corinthians vence clássico de sete gols
29/03/2010 10:08 -


Após duas derrotas seguidas (para o Paulista e o Grêmio Prudente) o Corinthians apostou todas suas fichas para recuperar-se no Campeonato Paulista no clássico de ontem contra o São Paulo. A aposta deu certo. O Timão venceu por 4 a 3 e jogou a pressão para o arquirrival. O triunfo conquistado no Pacaembu deixou o Corinthians vivo no campeonato e embolou a briga pelas últimas duas últimas vagas na semifinal. O primeiro gol saiu aos 18 minutos do primeiro tempo. Elias recebeu passe de Ronaldo e mandou a bola para o fundo da rede de Rogério Ceni. Corinthians 1 a 0. Aos 34, o Timão fez o segundo com Danilo, que aproveitou sobra na área adversária. O São Paulo diminuiu aos 43, com o sul-matogrossense Jean, que apareceu entre os zagueiros corintianos para aproveitar cruzamento de Dagoberto. No segundo tempo, Roberto Carlos chutou rasteiro em cobrança de falta, e Rogério Ceni falhou. Timão 3 a 1. O São Paulo reagiu e empatou com gols de Rodrigo Souto aos 29 e 37 minutos. O zagueiro são-paulino Alex Silva, porém, definiu o placar da partida, após cabecear para o fundo da rede de Rogério Ceni aos 44 minutos, e marcar um belo gol contra. Santos O Santos manteve a rotina de goleadas e voltou aplicar mais uma ontem à noite. A vítima desta vez foi o Monte Azul, que perdeu por 5 a 0. O resultado manteve o Peixe na primeira colocação. Os outros resultados foram: Portuguesa 1 x 2 Grêmio Prudente, Botafogo 3 x 1 Sertãozinho, Mogi Mirim 3 x 2, Oeste 2 x 0 Ituano.

Felpuda


Mesmo sabendo que não é fácil conquistar a vitória, alguns políticos em pleno exercício do mandato disputam eleições, querendo trocar o Legislativo pelo Executivo e se dizendo preocupados com as necessidades do município. 

A jogada é antiga: fazem campanha eleitoral antecipada, pois vão tentar a reeleição, e começam a “trabalhar” o nome desde já. É bom lembrar o dito popular: “De boas intenções o inferno está cheio”. Ah, o poder!