Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

INTERNET

Depois da Apple, Google anuncia serviço de assinaturas

Depois da Apple, Google anuncia serviço de assinaturas
26/02/2011 20:00 - vida digital


O Google apresentou nesta quarta-feira a sua solução para editoras que querem oferecer conteúdo digital pago à leitores. O anúncio vem apenas um dia depois que a Apple divulgou seu plano para assinaturas no iPad.

O serviço, chamado de One Pass (ou “passe único”, na tradução do inglês para o português) permite que as editoras escolham o preço e a duração da assinatura. Uma revista semanal pode cobrar 40 dólares por mês, por exemplo. Já os usuários poderão acessar o conteúdo por qualquer aparelho - computador, tablet ou smartphone - usando a mesma senha.

Pelo seu papel de intermediário, o Google ficará com uma comissão de 10%, valor muito menor que o cobrado pela Apple: 30% das assinaturas de novos consumidores que a Apple alistar. O valor cobrado pela empresa de Steve Jobs foi considerado alto pela imprensa especializada em tecnologia e negócios. Outra restrição imposta pela Apple diz respeito ao valor da assinatura. Ela deve ser igual ou menor ao que a editora cobra por outro tipo de assinatura digital - como acesso a conteúdo pago em sites.

O Google One Pass também possibilita que editoras tenham controle sobre quais conteúdos serão pagos e quais serão gratuitos. O serviço está disponível para editoras dos Estados Unidos, Canadá, França, Alemanha, Itália, Espanha e Grã-Bretanha.

Felpuda


Nos bastidores, há quem garanta que a única salvação, de quem está com a corda no pescoço, é ele aceitar ser candidato a vice-prefeito em chapa de novato no partido. Vale dizer que isso nunca teria passado por sua cabeça, uma vez que foi eleito com, digamos, “caminhão de votos”. Se aceitar a imposição, pisaria na tábua de salvação; se recusar, poderá perder o mandato. Ah, o poder!