Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PODER

Eleito presidente da CCJ, Cunha diz que caso mensalão o atormenta

Eleito presidente da CCJ, Cunha diz que caso mensalão o atormenta
02/03/2011 13:34 - FOLHA ONLINE


Com 54 votos favoráveis e 2 brancos, o deputado João Paulo Cunha (PT-SP) foi eleito presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara, a mais importante da Casa.

Em seu discurso de posse, o petista, que é réu no processo do mensalão, disse que o caso o atormentava, mas que isso não vai deixar afetar o seu trabalho.

Cunha disse ainda que o processo, classificado por ele como "espécie de uma guerra", mudou a sua vida.

"Todos podem ficar com a consciência tranquila, que minha tranquilidade seja incorporada por vocês. Assim como em toda a guerra esse processo atingiu a vida dos outros de uma maneira que não temos como medir as consequências. Não poderia tomar posse sem fazer referência a isso", afirmou.

O deputado lembrou ainda que foi o deputado mais votado em São Paulo pelo seu partido.

Cunha foi indicado pelo PT para comandar a comissão mais importante da Câmara após travar uma disputa interna com o ex-presidente da legenda Ricardo Berzoini (SP). Depois da briga, ficou acertado que ele será substituído por Berzoini no próximo ano.

O vice do parlamentar será Arthur Oliveira Maia (PMDB-BA). Paulo Maluf (PP-SP) também faz parte da comissão.

Felpuda


Na troca de alfinetadas entre partidos que não se entenderam até agora sobre eventual aliança, uma outra peça está surgindo: trata-se do levantamento completo sobre investimentos feitos, recursos liberados, parcerias em todas as áreas, além do prazo de quando tudo isso começou. Caso os palanques venham a ficar distanciados, a divulgação será feita à exaustão durante a campanha eleitoral, para mostrar quem é quem na história. Os bombeiros continuam atuando.