Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ABUSO

Em ritmo lento, Santos vence o <br> XV de Piracicaba

Em ritmo lento, Santos vence o <br> XV de Piracicaba
18/01/2014 20:35 - TERRA


Começo de temporada sempre proporciona times desentrosados e jogos de baixo nível técnico. Mas Santos e XV de Piracicaba abusaram desse expediente, neste sábado, pelo Campeonato Paulista. Em uma partida com ritmo muito lento, só o jovem Gabriel salvou o time da Baixada Paulista, que venceu por 1 a 0, em casa. Pelo menos assim o técnico Oswaldo de Oliveira saiu com vitória em sua reestreia pelo Santos.

Com exceção de um chute perigoso de Geuvânio, aos 3min, os dois times não mostraram qualquer qualidade no começo do primeiro tempo.

As defesas prevaleceram até que jovem Gabriel mostrou seu talento: ele recebeu a bola de costas para o gol, já dominou girando para esquerda e chutou forte de canhota para fazer o gol.

Os dois times tiveram substituições no segundo tempo, mas devem ter acontecido apenas pelo cansaço dos titulares. Afinal, o ritmo da partida não evoluiu.

Porém, a partir dos dez minutos do segundo tempo, o XV passou a manter a posse de bola, avançar a marcação e buscar o gol com mais afinco. Pipico chegou a marcar um gol, mas foi marcado impedimento. Aos 29min, o XV voltou a reclamar do auxiliar: Gabriel foi lançado de frente para o gol, em posição duvidosa. Porém, o atacante tentou tocar por cobertura e desperdiçou feio a oportunidade.

Nos minutos finais, tudo que o Santos queria era manter o jogo em ritmo lento. Conseguiu isso com muita marcação e toque de bola preguiçoso, que bastou para pelo menos animar os sete mil torcedores na Vila Belmiro.

Felpuda


Pré-candidatos que em outras eras cumpriram mandato e hoje sonham em voltar a ter uma cadeira para chamar de sua estão se esmerando em apresentar suas folhas de trabalho. O esforço é grande para mostrar os serviços prestados, mas estão se esquecendo que a cidade cresceu, os problemas aumentaram e aquilo que já foi tido como grande benefício hoje não passa da mais simples obrigação diante do progresso e das novas exigências legais. Assim sendo...