Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

JUDÔ

Erika Miranda é eliminada nas oitavas de final

Erika Miranda é eliminada nas oitavas de final
29/07/2012 07:18 - TERRA


Um dia depois de ajudar o Brasil com um ouro e um bronze, logo na estreia dos Jogos de Londres, o judô brasileiro decepcionou neste domingo. A brasileira Erika Miranda, quarta colocada no ranking mundial, caiu logo nas oitavas de final do torneio feminino da modalidade na categoria dos meio-leves. A competidora nacional acabou imobilizada pela sul-coreana Kyung-Ok Kim e acabou eliminada logo na estreia. Considerada uma das favoritas à medalha - assim como Leandro Cunha, eliminado entre os homens também na estreia -, Erika Miranda sofreu diante de uma adversária consistente. Sem conseguir apresentar o nível de judô que a colocou entre as melhores do mundo, a brasileira sofreu um yuko com pouco mais de um minuto de luta e precisou abrir ainda mais o jogo.

Mais agressiva, Erika assumiu o controle do combate e acuou a adversária. A brasileira forçou duas punições da rival e igualou a luta, obtendo o yuko. A igualdade tranquilizou a atleta nacional, que conseguiu levar a luta válida pelas oitavas de final para o Golden Score.
No desempate, contudo, a judoca brasileira acabou surpreendida com menos de um minuto. A sul-coreana, com um trabalho excepcional no chão, encaixou uma chave de braço bem ajustada e obrigou Erika Miranda a bater, desistindo do sonho da medalha logo em seu primeiro combate.

A derrota de Erika Miranda encerra a participação dos judocas brasileiros neste domingo. Antes da atleta, Leandro Cunha, também meio-leve, caiu logo na estreia diante do polonês Pawel Zagrodnik e perdeu a chance de brigar por um lugar no pódio. No sábado, primeiro dia do judô, Sarah Miranda conquistou o ouro, enquanto Felipe Kitadai acabou com o bronze.

Felpuda


A lista do Tribunal  de Contas de MS,  com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros  de quando exerceram cargos públicos,  está deixando  muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto  pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!