Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CRIME AMBIENTAL

Fazendeiro é multado em <br>R$ 110 mil

Fazendeiro é multado em <br>R$ 110 mil
21/02/2014 08:59 - DA REDAÇÃO


Policiais Militares Ambientais de Batayporã (MS) localizaram ontem (20) à tarde, em uma fazenda do município, um desmatamento de 7 hectares de área de matas e degradação de matas ciliares de um córrego, sem autorização ambiental. O desmatamento foi realizado em uma área de vegetação de pequeno e médio porte. Ao verificar o mapa da propriedade, os policiais descobriram que se tratava da área de Reserva Legal da fazenda.

Foram derrubadas também as matas ciliares de um córrego denominado “Baile”, em extensão de 975 metros. Além disso, o fazendeiro realizou escavações no córrego e direcionou o curso d’água para um dreno artificial, encobrindo também com a terra, grande parte de vegetação ciliar. As atividades foram interditadas.

O proprietário rural, de 63 anos, recebeu multa administrativa de R$ 110 mil. Ele responderá por crime ambiental e, se condenado pelo desmatamento, poderá pegar pena de três a seis meses de detenção. Pelo crime de destruir matas ciliares e desviar o córrego, poderá pegar pena de um a três anos de detenção. O autuado foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental Estadual um plano de recuperação da área degradada (PRAD).

Felpuda


A lista do Tribunal de Contas de MS, com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros de quando exerceram cargos públicos, está deixando muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!