Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ECONOMIA

Feirão trará R$ 1 bi em crédito imobiliário

Feirão trará R$ 1 bi em crédito imobiliário
14/05/2010 07:31 -


Com oferta de cinco mil opções de moradias e recursos de R$ 600 milhões, a Caixa Econômica Federal, em parceria com o Sindicato da Habitação de Mato Grosso do Sul (Secovi), lança a 7ª Feira de Imóveis de Campo Grande, de 26 a 29 de maio, no Armazém Cultural (ao lado da feira central), reunindo em um mesmo lugar todas as facilidades e oportunidades para a compra da casa própria.

O superintendente da Caixa, Paulo Antunes de Siqueira, frisa que no período de janeiro a abril, a Caixa investiu mais de R$ 278 milhões na construção de 3.760 unidades habitacionais, registrando média de mil casas por mês. “Para o Feirão temos R$ 600 milhões disponíveis, mas ao longo do ano nossa meta, de acordo com a demanda do mercado, é de investir cerca de R$ 1 bilhão no setor imobiliário de Campo Grande”.
A estrutura de atendimento será montada no local, para que todas as dúvidas dos clientes, sobre financiamento imobiliário, possam ser resolvidas no local do evento. Paulo Antunes afirma ainda que os investimentos no setor da construção civil realizados no primeiro quadrimestre de 2010, já superaram em mais de 100% o total de investimentos do mesmo período do ano passado.

Os cinco mil imóveis oferecidos no Feirão variam de R$ 50 mil a R$ 1 milhão. São 53 empresas ligadas ao ramo imobiliário. De acordo com o presidente do Secovi, Marcos Augusto Netto, o Feirão não é só para quem deseja comprar um imóvel, mas também para quem quer vender. Basta ir até uma das imobiliárias credenciadas, ou procurar o Secovi, para incluir seu imóvel em tempo para constar no site e já fazer parte das opções de compra. (VH)

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...