Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ROMA

Futuro de Adriano depende de exames hoje

Futuro de Adriano depende de exames hoje
27/02/2011 08:35 - G1


O futuro do atacante Adriano no Roma depende dos exames médicos previstos para este domingo na sede esportiva do clube italiano, depois de o jogador passar um mês se recuperando de uma lesão no ombro direito sofrida em janeiro, informa neste sábado o diário "Corriere dello Sport".

Segundo o jornal, o grupo bancário Unicredit, que no ano passado pagou dívidas da companhia petrolífera proprietária do clube, está pressionando pelo término do contrato com o brasileiro, que chegou à equipe italiana em junho de 2010.

– Esperamos a visita médica, depois decidiremos – indicou uma fonte do clube romano citada pelo jornal esportivo.

Os responsáveis do Roma querem saber com os exames se Adriano irá precisar de outros 30 ou 40 dias de recuperação antes de voltar a treinar com o elenco. O atacante sofreu a contusão no dia 19 de janeiro, durante partida entre Roma e Lazio, pela Copa da Itália. Ele passou por cirurgia e foi liberado pelo clube para tirar alguns dias de folga no Brasil.

Adriano deveria ter se apresentado no domingo passado, mas prolongou sua estada no Rio de Janeiro e só pegou voo de volta na última quarta-feira. Durante os dias que ficou na cidade, o jogador se envolveu em polêmica por ter se recusado a fazer o teste do bafômetro quando parado no trânsito pela blitz da Lei Seca.

A imprensa italiana cita também declarações do representante de Adriano, Gilmar Rinaldi, que nega qualquer proposta de outros clubes para comprar o jogador. Atuar novamente no Flamengo, a partir de junho, é o grande objetivo do Imperador.

– É sempre a mesma coisa, não há verdade nesses boatos. Adriano tem contrato de dois anos e vai cumpri-lo – afirmou Rinaldi.

Felpuda


Na troca de alfinetadas entre partidos que não se entenderam até agora sobre eventual aliança, uma outra peça está surgindo: trata-se do levantamento completo sobre investimentos feitos, recursos liberados, parcerias em todas as áreas, além do prazo de quando tudo isso começou. Caso os palanques venham a ficar distanciados, a divulgação será feita à exaustão durante a campanha eleitoral, para mostrar quem é quem na história. Os bombeiros continuam atuando.