Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Ganso confiante na classificação do Santos

Ganso confiante na classificação do Santos
19/05/2010 06:23 -


SANTOS

O meia Paulo Henrique Ganso é um dos grandes trunfos do Santos na partida de hoje, às 20h50min (MS), contra o Grêmio, na Vila Belmiro, pela semifinal da Copa do Brasil. No duelo, o time paulista tentará reverter a vantagem de 4 a 3 conquistada pela equipe gaúcha, no jogo de ida, em Porto Alegre.
“A gente (Santos) só precisa de uma vitória simples se classificar. Temos que entrar com uma postura ofensiva e marcar muito bem para não sofrer gols e assim garantir a vaga”, ressaltou Ganso.
O jogador santista também destacou o papel dos torcedores no duelo da Vila Belmiro, onde a equipe precisará de uma vitória por vantagem mínima para avançar à final, desde que tome no máximo dois gols, tendo em vista os três que marcou no confronto da semana passada.
“Espero que a torcida possa nos apoiar como vem acontecendo desde o começo do ano e a gente possa conquistar uma vitória”, reforçou Paulo Henrique Ganso.
Já o Grêmio vai até a cidade de Santos apostando no seu poder ofensivo para garantir a vaga na final. Se for pelo retrospecto, o time tricolor certamente marcará gols, pois, marcou em todas as oito partidas disputadas até agora na competição. A média de 2,62 gols por jogo comprova a força do ataque gremista.
Entretanto, o temor gremista é o setor defensivo. Com improvisações e desfalques para o jogo de hoje, o Santos enfrentará um quarteto defensivo do time gaúcho inédito nesta temporada.

Felpuda


Os bastidores fervem com a ciumeira que vem acontecendo em alguns municípios, onde determinados candidatos estariam sendo mais prestigiados que outros depois das alianças que foram formalizadas nas convenções. As queixas só aumentam, e as lideranças partidárias já não sabem o que fazer, temendo a possibilidade de que a vitória vá para o ralo. A bronca maior está entre integrantes das chapas puras de vereadores que se coligaram na majoritária. E salve-se quem puder!