Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FORMAÇÃO DE OFICIAIS

Governo autoriza a convocação de mais 29

Governo autoriza a convocação de mais 29
07/01/2014 13:50 - DA REDAÇÃO


O Governo do Estado autorizou a convocação dos remanescentes do concurso para ingresso no Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, realizado no ano passado. Ainda esta semana, a Secretaria de Estado de Administração e o Comando-Geral da PM publicam o edital para que cinco mulheres e 24 homens refaçam exames de saúde, antropométrico e clínico. A convocação é resultado da necessidade da PM prevista na Lei de Ingresso, n° 3080/2009.

Os chamados são os aprovados em todas as fases do certame, ocorrido em 2013. Eles precisarão refazer os exames de saúde, antropométrico, clínico, de capacitação física e passar por nova investigação social. A exigência é da Lei de Ingresso, devido ao fato de já ter se passado mais de seis meses da realização das etapas.

“O objetivo é confirmar que os candidatos estão com a condição física e de boa saúde para frequentar o curso de formação e se tornar um oficial da Polícia Militar. Em seis meses, pode ter havido mudança na realidade dos candidatos. Precisamos garantir a integridade do candidato e assegurar que apenas os que estiverem realmente preparados iniciem o curso. Ainda precisamos saber se o futuro oficial tem comportamento social compatível com as exigências da profissão”, disse o chefe da Seção de Ensino da PM, tenente-coronel Carlos Hudmax.

Os convocados deverão repetir todos os exames de saúde, nos termos do edital de abertura, e passar pela junta de inspeção médica da PM, na data que será divulgada na próxima publicação em Diário Oficial. As demais fases serão divulgadas em editais posteriores.

Felpuda


Pelo andar da carruagem, aqueles que se acham “proprietários” de certo partido não estão conseguindo encontrar alguém que possa encarar o desafio de ser cabeça de chapa e enfrentar adversários na disputa para prefeito. Até mesmo solução interna está difícil, porque   “lo mismo” mostra-se relutante em colocar a chuteira e participar do jogo. Tudo indica que a paciência do eleitor já se esgotou com a legenda, pelo que já foi demonstrado pelas urnas. E sai de baixo!