Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FRIGORÍFICO

Greve dos empregados do Bertin é judicialmente legal

Greve dos empregados do Bertin é judicialmente legal
03/03/2011 18:18 - Idest


A greve do empregados do frigorífico JBS Bertin foi aprovada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT), deflagrada em novembro do ano passado. De acordo com decisão do órgão, a empresa terá que pagar todos os direitos trabalhistas dos empregados e ainda, terá que cumprir o acordo firmado com a categoria de “abolir” o trabalho aos sábados na empresa.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes e Derivados de Campo Grande (STIC-CG), Vilson Gimenes Gregório, os trabalhadores comemoraram a decisão do TRT.

“Foi uma grande vitória do trabalhador. Além de comemorarmos, vamos cobrar agora o imediato ressarcimento dos direitos dos empregados que foram violados pelo Bertin na ocasião”, comentou o sindicalista.

Ao reconhecer o direito de greve pelos trabalhadores, o tribunal determina que a empresa pague aos empregados uma série de valores como multas, bem como elaborar os estudos e realize as obras necessárias para a abolição do trabalho nos sábados na unidade 02.

Felpuda


Com trabalho suspenso, por causa da Covid-19, investigação parou sem ter começado e, agora, dois dos cabeças do grupo de trabalho estão “chovendo no molhado”. Assim, para continuar, digamos, em evidência, vêm divulgando sobre a “firmeza” de ambos em “dar continuidade”, tão logo acabe a pandemia que, assim como os resultados dos trabalhos, são incógnitas que só. Portanto, melhor seria aguardar o desenrolar dos acontecimentos para sair “cantando de galo”.