Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OFICIAL

Inter reforça defesa com pacote de dois zagueiros

Inter reforça defesa com pacote de dois zagueiros
03/01/2014 00:00 - terra


O Internacional anunciou de maneira oficial, ontem à tarde, a contratação do zagueiro Paulão, que estava no Cruzeiro e pertencia ao Guangzhou Evergrande, da China; e do zagueiro Ernando, do Goiás, que estava acertado desde o meio de 2013 com os gaúchos. Os jogadores engrossam a lista de reforços confirmados oficialmente - além deles, Wellington Paulista e Dida foram anunciados.

O defensor de 27 anos será comprado junto ao clube chinês e assina por três temporadas. O Inter já havia tentado a contratação do jogador no meio da última temporada e retomou as conversas ao final do Brasileiro, após ouvir do Cruzeiro que o jogador não ficaria no clube mineiro. Paulão chega em Porto Alegre na próxima terça-feira, faz exames médicos, assina contrato e é apresentado de maneira oficial.

Já Ernando, 25 anos, assinou vínculo com os colorados até o final de 2017. O zagueiro já realizou exames médicos e será apresentado de maneira oficial na reapresentação dos gaúchos, em Porto Alegre, no dia 8.

O zagueiro Paulão tem no currículo uma passagem destacada pelo Grêmio, rival colorado. É o segundo jogador contratado para 2014 com bagagem com as cores tricolores. O goleiro Dida trocou o Grêmio pelo Inter após o término do contrato, em dezembro. O próximo reforço a ser oficializado deve ser o volante Charles Aranguiz, da Udinese, por empréstimo.

A defesa, até o momento, é o setor colorado que mais recebeu reforços. Além dos dois zagueiros, o Inter contratou o goleiro Dida. O lateral-esquerdo Alan está acertado e assinará contrato quando estiver livre da punição por doping. O outro reforço anunciado pelos gaúchos foi o centroavante Wellington Paulista.

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.