Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ECONOMIA

Intervenção não impede desvalorização do dólar

Intervenção não impede desvalorização do dólar
15/09/2010 13:52 -


São Paulo

O dólar comercial foi vendido por R$ 1,708, em seu 10º dia de perdas – cotação mais baixa desde novembro do ano passado. O Banco Central entrou por duas vezes no mercado de moeda, repetindo uma prática vista nas últimas quatro rodadas. “A grande dúvida do mercado é se isso (a desvalorização do dólar) é pontual, por conta da capitalização da Petrobras.
A ação preferencial da Petrobras desvalorizou 4,80% no dia, movimentando mais de R$ 1 bilhão em negócios. Analistas tiveram mais dificuldades em explicar a queda violenta das ações da petrolífera.
Em outros termos, quem quiser comprar com desconto as novas ações deveria ter papéis da estatal em sua carteira no dia 17. Somente a ação preferencial da Vale movimentou R$ 1,78 bilhão em negócios, ficando 0,94% mais barata.
A desvalorização das ações derrubaram a Bovespa, que fechou com recuo de 0,50% no fechamento, aos 67.691 pontos.

Felpuda


Partido político está vivendo processo de autofagia cá por essas bandas. Nada de ideologia ou defesa dos interesses dos filiados. O problema, segundo os mais observadores, é que lideranças não se contentaram em ter cada uma o seu pedaço e decidiram tomar conta com exclusividade do espólio, que, aliás, é regado com cifras milionárias. A legenda deverá se transformarem uma máquina de lavar, no caso, cheia de roupas sujas. E dê-lhe!