Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

POLÍTICA

Jovens investem para se destacar no cenário

Jovens investem para se destacar no cenário
02/02/2010 23:00 -


Há três anos, a dupla Tiago e Graciano divide a rotina entre o estudo, o trabalho e a música. Com 17 e 19 anos, respectivamente, os dois encaram a carreira com seriedade e sabem que precisam investir para se destacar num cenário concorrido. “Participamos do Coral da Enersul, no qual fazemos estágio, fizemos aula de canto – paramos, mas queremos voltar – e ensaiamos todos os dias”, diz Tiago. Ele é aluno do curso de Análise de Sistemas, enquanto Graciano cursa Publicidade e Propaganda. Os esforços em torno da música apresentam os primeiros resultados. Há pouco tempo formaram uma equipe com produtor e empresário e conseguiram emplacar duas canções – “Dia de violada” e “Não te quero mais” – na programação de uma emissora de rádio no bairro onde moram, Moreninha 2. “Gravamos de forma bem simples, somente com violão e voz, o pessoal tem gostado muito. Também recebemos apoio do músico Airo, que tem música gravada por grandes nomes do sertanejo. Ele viu a apresentação da gente e resolveu ser nosso padrinho, oferecendo uma composição inédita”. O primeiro CD da dupla começa a ser gravado neste mês. O recurso para a produção foi obtido por meio do auxílio de amigos e do que foi arrecadado numa promoção recente. Mesmo com dificuldades e pouca idade, a dupla sabe que precisa ter personalidade para se destacar num cenário disputado. “Temos que fugir um pouco do que está na moda, mostrando diferencial. Tocamos o sertanejo universitário, mas não é esse estilo nosso principal referencial”. Até o momento criaram 15 canções, grande parte poderá ser ouvida no primeiro CD. Tiago e Graciano são representantes da atual cena musical da cidade, que alia talento à dedicação. (OR)

Felpuda


Prefeitura de município do interior de MS recebeu recomendação do Ministério Público do Estado no sentido de exonerar servidores comissionados, livres do cartão de ponto, que são parentes de secretários da administração e de vereadores. O nepotismo se tornou um excelente “negócio” por lá, e se até o dia 6 de agosto as devidas providências não forem tomadas, medidas serão adotadas, como ação por improbidade administrativa. Tem gente que não aprende mesmo, né?