Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Keirrison chega ao Santos para ser “Menino da Vila”

Keirrison chega ao Santos para ser “Menino da Vila”
20/07/2010 08:24 -


JAKSON PEREIRA

O atacante sul-mato-grossense Keirrison foi apresentado na manhã de ontem como novo reforço do Santos para a sequência do Campeonato Brasileiro. O atacante de 21 anos, comentou em sua apresentação que tem tudo para se dar bem no time da Vila Belmiro, já que também é jovem e pode se encaixar no perfil dos “Meninos da Vila”.
“A equipe é jovem e rápida, e acho que combina comigo. Acompanho o time do Santos desde o começo do ano e sou uma peça que vai fazer de tudo para se encaixar. É um time que já ganhou o Paulista e está na final da Copa do Brasil. Vou fazer de tudo para ajudar a continuarem as vitórias”, afirmou Keirrison. Apesar de ter lembrado da decisão da Copa do Brasil, o atacante não poderá disputar a decisão do torneio, pois apesar da liberação da janela de transferências para jogadores internacionais, o período de inscrição para a competição já foi encerrado.
Durante sua apresentação, o atleta lembrou que antes de ir para a Europa, chegou a ser chamado de carrasco do Peixe, já que balançou a rede dez vezes em cima dos santistas, com sete gols pelo Coritiba e outros três com o Palmeiras. Segundo Keirrison, agora chegou a hora de pagar a dívida. “Aconteceu. No Coritiba, em dois jogos acabei fazendo muitos gols. Meus primos que são santistas até brincaram sobre isso comigo, mas hoje represento o Santos e vou fazer de tudo para ajudar a equipe fazendo gols”, disse o jogador formado nas categorias de base do Cene.
Para contratar o atacante, o Santos conseguiu que o Barcelona emprestasse de graça o jogador por um ano, mas ficará responsável pelo pagamento dos salários e de um seguro.

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...