Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Laudo mostra versão de Elize para crime

Laudo mostra versão de Elize para crime
22/08/2012 02:00 - G1


O laudo da reprodução simulada da morte do empresário e ex-diretor executivo da Yoki Marcos Kitano Matsunaga foi concluído pelo Instituto de Criminalística (IC) na quinta-feira (16) e será encaminhado nesta semana ao Ministério Público (MP). O documento tem 78 páginas e apresenta a versão contada por Elize Araújo Kitano Matsunaga aos peritos durante a reconstituição do crime.

O laudo também traz uma descrição do apartamento, exames de DNA de amostras de sangue colhidas no local e fotografias nas quais Elize repete o que afirma ter ocorrido na noite de 19 de maio. Ela confessou ter atingido o empresário com um tiro e esquartejado o corpo com uma faca.

O corpo de Marcos Matsunaga foi encontrado, em pedaços, às margens de uma estrada em Cotia, na Grande São Paulo. No início de junho, sua mulher, Elize, confessou o crime à polícia.

A bacharel em direito está presa pelo crime. Ela foi denunciada pelo MP e aguarda a audiência de instrução na Justiça, na qual ficará definido se ela irá a júri popular. O laudo do Insitituto de Criminalística será anexado ao processo.

Felpuda


Prefeitura de município do interior de MS recebeu recomendação do Ministério Público do Estado no sentido de exonerar servidores comissionados, livres do cartão de ponto, que são parentes de secretários da administração e de vereadores. O nepotismo se tornou um excelente “negócio” por lá, e se até o dia 6 de agosto as devidas providências não forem tomadas, medidas serão adotadas, como ação por improbidade administrativa. Tem gente que não aprende mesmo, né?