Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

POLÍTICA

Leitura para todos

Leitura para todos
24/06/2010 06:56 -


OSCAR ROCHA

A Missão Salesiana iniciou neste mês campanha de arrecadação de livros infantis e juvenis, batizado de Projeto Espaço Leitura. A intenção é  ampliar o acervo de livros de suas obras sociais em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, totalizando 10 locais. No Estado, as ações sociais são promovidas em Campo Grande, Corumbá, Três Lagoas.

Na Capital, as entidades são  Salesianos Ampare –   Bairro Tirandentes –, a  Casa Dom Bosco –  Taquaral Bosque –, e o Paulo VI – Santo Antônio. “Queremos intensificar o fomento à leitura às crianças e adolescentes que atendemos, contribuindo com  atividades socioeducativas desenvolvidas nas obras sociais”, aponta Gilmar Vieira, um dos responsáveis pelo projeto.

Nos locais mantidos pelos salesianos, as crianças e adolescentes têm acompanhamento escolar, que não é  aula de reforço – são horários destinados à realização das tarefas escolares com monitoramento. Na parte de recreação, esporte e lazer, podem participar de oficinas de basquete, futebol, dança, música, teatro, artes plásticas, entre outros.

O primeiro passo para ampliação do acervo aconteceu com a doação de títulos feitos pela Fundação Educar Dpaschoal, que atingiram 2 mil exemplares. A partir daí, foi feito projeto que pudesse arrecadar mais livros. A ideia é que cada local possa criar um espaço maior para abrigar os títulos e desenvolver eventos específicos ao estímulo da leitura. A campanha de arrecadação acontecerá até o fim de julho, quando será feita a distribuição dos títulos. Na sequência, acontecerá oficina de capacitação para os profissionais que trabalham nos espaços de leitura. Em cada unidade mantida pela Missão  Salesiana são atendidas cerca de 450 crianças e adolescentes. Aos interessados em fazer doações, os telefones de contato são: (67) 3312 6438 e 3312 6460. A Missão Salesiana localiza-se na Rua Padre João Crippa, 1.437, centro.  

Felpuda


Partido político está vivendo processo de autofagia cá por essas bandas. Nada de ideologia ou defesa dos interesses dos filiados. O problema, segundo os mais observadores, é que lideranças não se contentaram em ter cada uma o seu pedaço e decidiram tomar conta com exclusividade do espólio, que, aliás, é regado com cifras milionárias. A legenda deverá se transformarem uma máquina de lavar, no caso, cheia de roupas sujas. E dê-lhe!