Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Liberados R$ 20 milhões para estragos das chuvas na Capital

Liberados R$ 20 milhões para estragos das chuvas na Capital
07/04/2010 23:37 -


Clodoaldo Silva, Brasília

 O Governo federal liberou ontem os R$ 20 milhões para recuperar os estragos da chuva que destruíram a Capital no início deste ano. O dinheiro é para recuperação das avenidas Nelly Martins, Ricardo Brandão, Fernando Corrêa da Costa,  Rua Joaquim Murtinho e do viaduto da Ceará. O recurso foi assegurado por meio da Medida Provisória 486/2010 publicada no dia 30 de março deste ano.

A confirmação da liberação foi dada ao prefeito Nelsinho Trad (PMDB) e ao deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT/MS) no final da tarde de ontem, em Brasília, pelo ministro do Planejamento,  Paulo Bernardo. “Nós conversamos com o ministro sobre a importância em se liberar rapidamente o dinheiro, em que fomos atendidos”, enfatizou Dagoberto após a reunião.

O prefeito da Capital mostrou-se satisfeito com a decisão, tanto que hoje estará no Ministério da Integração Nacional para ver na Defesa Civil o andamento do projeto de recuperação das vias destruídas. “Amanhã (hoje) vamos na Integração Nacional”, enfatizou Trad, completando que “foi uma vitória para Campo Grande. O presidnete Lula, o ministro Paulo Bernardo e a ex-ministra Dilma Rousseff cumpriram a palavra de que liberariam os recursos”.

No mês passado, Trad e parlamentares federais estiveram na Integração Nacional e conversaram com o ministro Geddel Vieira Lima, que explicou que dependia do Planejamento para liberar os recursos pleiteados pela Capital. Na viagem que fez a Campo Grande, em substituição à ministra Dilma Rousseff na abertura da Expogrande, Bernardo disse que o Governo federal liberaria R$ 20 milhões.

Dez dias depois, no dia 30 de março, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, publicou a Medida Provisória 486/2010, que abre crédito suplementar de R$ 1,429 bilhão no Orçamento da União, sendo que R$ 530 milhões foram destinados ao Ministério da Integração Nacional para atender pessoas e recuperar os danos causados por desastres naturais. É deste montante que saem os recursos para atender a Campo Grande.

Felpuda


Comentários maldosos nos meios políticos dão conta que duas figurinhas que se rebelaram contra os próprios colegas poderão ficar no sereno político e, de forma indireta, serem personagens das próprias manifestações.

Um deles defendeu a redução do número de vereadores, e o outro disse ter vergonha de exercer o cargo. Agora enfrentam altos e baixos na campanha eleitoral.